Criança

Crianças podem ter suor excessivo

Seu filho sua muito? Entenda o que é a hiperhidrose, doença que incomoda 5% das crianças

Redação Pais&Filhos

Redação Pais&Filhos

 

Mesmo que o dia não seja de temperaturas altas, algumas crianças podem sentir calor em excesso e ficar com a pele oleosa. Parece estranho, né? O nome disso é hiperhidrose focal, doença caracterizada pelo suor excessivo e acomete aproximadamente 5% das crianças. Existem diferentes causas para o surgimento da doença, como stress, alergias e genética.

Anúncio

FECHAR

O suor é uma substância composta por água e pequenas quantidades de sais minerais, produzido pelas glândulas sudoríparas (lembra, da aula de ciência?) que se localizam nas camadas internas da pele. Sua função é ajudar a regular a temperatura corporal.

Leia também:

10 preocupações com recém-nascidos

Por que no frio a gente fica doente com mais frequência?

Técnica mostra como fazer os bebês dormirem em poucos segundos

 Segundo o dermatologista e professor titular do Instituto Carlos Chagas, Murillo Drummond,  pai do Felipe e da Alessandra, quando as glândulas produzem uma quantidade de suor superior ao que o corpo necessita, a criança apresenta um aumento da temperatura, transpiração nas mãos, pés, axila, cabeça e face e odores.

“Quando a criança fica muito ansiosa as glândulas sudoríparas podem fazer uma produção excessiva, ocasionando o suor. Essas manifestações podem aparecer a partir dos 2 ou 3 anos e se desenvolver ao longo da vida”, diz Drummond.

No caso das alergias, a transpiração pode ser causada pelo atrito entre a pele e as roupas que não foram lavadas adequadamente. Crianças com parentes próximos que apresentam suor em excesso também têm maior tendência a desenvolver a doença.

Tratamento

Drummond conta que a doença não é grave, mas pode trazer complicações para a auto-estima da criança e atrapalhar a vida social. Isso porque, além do suor evidente, as roupas da criança também podem ficar amareladas.

Para tratar o problema, são indicados sabonetes adstringentes, que ajudam a evitar complicações bacterianas. No caso de mau cheiro nas axilas e manchas amareladas de suor na roupa, o problema é chamado de bromidrose (suor com cheiro desagradável).

O que não fazer

O dermatologista alerta que muitas mães acham que fazer esfoliação na criança pode diminuir o problema. Na verdade essa prática pode causar irritação e machucar a pele dela. O uso de perfumes também não é indicado, assim como desodorantes de adultos.

 

 

.