Criança

Criança magra demais

Número de crianças com menos de 9 anos e distúrbio alimentar aumenta

Redação Pais&Filhos

Redação Pais&Filhos

O número de casos de crianças com menos de 9 anos em clínicas para tratar do distúrbio alimentar aumentou nos últimos anos

Se preocupar com a forma física, cabelo e maquiagem não deveria fazer parte da rotina de crianças com cinco anos. Mas muitas delas têm sido internadas em clínicas para tratar de anorexia severa, doença que faz com que a pessoa pare de se alimentar.

Anúncio

FECHAR

Segundo o Daily Mail, 98 crianças entre 5 e 7 anos foram internadas com o distúrbio alimentar nos últimos três anos. Outras 99 entre 8 e 9 anos foram internadas pelo mesmo motivo.

Os dados foram divulgados pelo Serviço de Saúde Nacional do Reino Unido. Médicos e nutricionistas do país afirmam que as modelos magras e celebridades têm feito com que as crianças desenvolvam uma relação ruim com a comida.

Elas ainda lideram

As meninas ainda são a maioria entre as crianças diagnosticadas com distúrbios alimentares, que se comparam com artistas muito magras já no primário, segundo especialistas.

Susan Ringwood, responsável por uma organização contra problemas alimentares, disse ao jornal Daily Mail que algumas meninas passam fome durante a puberdade para conservar o corpo de criança, sem curvas.

Um estudo feito pela Young Men”s Christian Association mostrou que quase metade das meninas com menos de 14 anos já tinham feito dietas. E uma em cada sete meninas tomaria remédios para emagrecer.

Por aqui

No Brasil, o Hospital das Clínicas conta com um programa voltado para crianças e adolescentes com problemas alimentares. O PROTAD foi criado em 2001 e já atendeu cerca de 94 pacientes, sendo 11% meninos.

O programa conta com uma rotina de atendimento, com triagem, consultas individuais, grupos de pacientes e de familiares, além de reuniões semanais. Para saber mais, acesse: http://ipqhc.org.br/pag_detalhe.php?categ=Hospital&id=260.

Pais&Filhos TV