Criança

Casa segura

Casa segura

Redação Pais&Filhos

Redação Pais&Filhos

8 maneiras de evitar que a sua casa se transforme numa armadilha para o seu filho

Sua casa deveria ser o paraíso: um lugar onde seu filho está seguro, livre de qualquer perigo. Mas, ainda assim, mais de 3 milhões de crianças se machucam dentro de casa a cada ano, segundo a organização Safe Kids Worldwide.

Anúncio

FECHAR

No Brasil, cerca de 6 mil crianças sofrem acidentes dentro de casa, segundo dados do Ministério da Saúde. Isso tudo ocorre porque as crianças passam 90% do tempo em casa. Por isso, tome todos os cuidados e veja na nossa lista se você não se esqueceu de nenhum detalhe.

Queimaduras

Você provavelmente sabe que água quente queima tanto quando o fogo. Por isso, preste muita atenção na temperatura do banho das crianças. Um bebê exposto à água com temperatura acima de 60ºC pode ter queimaduras sérias em apenas 5 segundos. Sempre teste a temperatura do banho em você mesma antes de colocar a criança na banheira ou embaixo do chuveiro.

Cuidado com as janelas

Todo ano, mais de 4 mil crianças vão para o hospital depois de cair de uma janela. É importante que você instale grades e redes nas janelas, além de colocar “paradas” nas janelas basculantes, para que elas não se abram muito.

Bebês e crianças pequenas podem se estrangular por cordas ou correntes da cortina. Por isso tire os possíveis apoios de perto, como mesas e cadeiras, e procure deixar os fios para cima.

Cuidado com as quedas

Quando as crianças começam a andar, o risco de uma queda – seja da janela, escada ou cadeira – aumentam. Instale portões no começo e no fim das escadas, e cubra os cantos de mesas e prateleiras com protetores de silicone para que o pequeno não escale, e nem bata a cabeça.

Prepare-se para o fogo

As crianças com menos de 5 anos têm duas vezes mais chances de morrer em um incêndio do que os adultos e crianças maiores porque é mais difícil que elas escapem sozinhas de casa.

Instale alarmes de fumaça pela casa, principalmente nos quartos, e lembre-se de testá-los todo mês. Você também deve ter um extintor de incêndio em casa, dentro do prazo de validade.

[!page]

Cuidado com o monóxido de carbono

Baixos níveis deste gás causam sintomas semelhantes aos de uma gripe. Mas, se expostas a níveis maiores do gás, as crianças podem até morrer, já que é o gás não permite que o oxigênio chegue ao coração e ao cérebro.

O monóxido de carbono é produzido pela queima incompleta de combustíveis, como óleo, querosene e gás natural, além de equipamentos de combustão interna, como carros e geradores portáteis. A melhor maneira de prevenir acidentes pela exposição ao gás é verificar se os objetos que queimam combustíveis estão funcionando corretamente.

Elimine os insetos corretamente

Ratos, baratas, formigas e outras pestes são irritantes, mas eles não trazem tantos maus à saúde do seu filho quanto as toxinas que os eliminam. Os pesticidas podem contaminar o ar e o chão da sua casa, aumentando o risco das crianças desenvolverem problemas neurológicos ou câncer.

Para evitar que os bichos apareçam, mantenha a casa limpe, tampe os buracos do chão e não deixe seu filho espalhar pedaços de comida pela casa. Se você precisar usar pesticidas, compre a menor quantidade possível e escolha os produtos em gel ou fixos, no lugar dos sprays.

Fuga dos alérgenos

As crianças respiram mais ar do que os adultos. Por isso, estão mais vulneráveis aos efeitos dos poluentes presentes dentro de casa. Nunca deixe que fumem dentro de casa, mantenha os níveis de umidade baixos no banheiro e cozinha para evitar o surgimento de fungos, remova os tapetes danificados por água e mantenha os ambientes arejados.

Preste atenção nos produtos venenosos

O veneno não está presente apenas em produtos de limpeza, medicamentos e cosméticos, mas também em perfumes, óleos de banho, enxaguantes bucais, loções pós-barba e vitaminas. Mais de um milhão de crianças são envenenadas por ingerirem produtos encontrados em todas as casas todo ano.

Coloque estes produtos fora do alcance das crianças e sempre siga as instruções de uso dos produtos.

Fonte: Parents

Pais&Filhos TV