Colunistas

Dois filhos, uma mãe cansada e alguns dias de férias

Há um ano decidimos que merecíamos umas férias sem crianças. Sem culpa e sem drama, chegou a hora. E até semana que vem.

SAMSUNG CAMERA PICTURES

Muitos amigos e nenhum filho: uma aventura depois de tanto tempo sem férias

Se eu falar que o meu coração não está apertado, que me despedir deles foi tranquilo ou que não estou preocupada em ficar longe uma semana dos meus meninos, estarei mentindo descaradamente.

Mas se eu falar que não estou precisando desse tempo, que não estou cansada dessa pegada de dois filhos, que estou tirando de letra a entrada de Rafael nos terrible two, será uma mentira mais descarada ainda.

A nossa viagem começou há um ano, quando eu e um grupo de cinco amigas (todas no pós-parto) chorávamos as pitangas porque o leite secou, o menino não dorme, a fralda vaza, o mais velho tem ciúmes do mais novo e que “aaai! eu quero um tempo só pra mim!”. Dois cliques na internet, um pacote promocional, um charme para convencer os maridos e… voilà! 8 casais rumo a Las Vegas. Todos sem os filhos a tiracolo!

Anúncio

FECHAR

#deusnosacuda!

Eles ficarão com as vovós, têm as titias, temos primos, têm amigos da escola. Eu estou razoavelmente bem, após a despedida, pela manhã. Sugeri passar de tarde na escola para uma nova despedida e logo escutei: “Para, mãe, é só uma semana. Vou morrer de vergonha se você chegar aqui na hora do intervalo”, lançou Gabriel, com sua maturidade de menino grande de 7 anos. Ok. Sequei rapidinho uma lágrima do canto do olho e entrei no carro. Se, no intervalo é feio, imagina a mãe chorando de manhã na porta da escola, né?

Kit Viagem: o indispensável para esses dias que virão (notem o manual para a Vovó)

Kit Viagem: o indispensável para esses dias que virão (notem o manual para a Vovó)

E, quando vocês lerem essa coluna, eu estarei longe, nas minhas merecidas férias de filhos. Sem culpa, sem dor no coração, curtindo o marido e as amigas. Estaremos falando deles, claro. Morrendo de saudades e querendo voltar para apresentar tudo de novo que estamos vendo. E pensando em jogar algum trocado no cassino para driblar a taxa cambial e levar ainda mais presentes. Mas estaremos vivendo o nosso momento “mãe também é gente”, de que tanto falamos aqui na Pais&Filhos.

Para aproveitar um pouco mais um ao outro, eu e o marido vamos encarar uma trilha de três dias no Grand Canyon. Mochilando, acampando na beira do rio, sem água quente ou energia elétrica, passando perrengue nos momentos difíceis da caminhada e relembrando o que fez nós nos apaixonarmos. Foi assim que selamos o nosso namoro (num mochilão pelo Oriente Médio, quando quase fui trocada por camelos! rsrsrs); foi assim que saímos de uma crise de casamento (pedalando 4 dias pela areia fofa do litoral baiano), e é assim que vamos para o Grand Canyon recarregar as energias para encarar a chegada do filhote mais novo na fase chata dos dois anos, que também é cheia de descobertas e novidades!

Nada melhor do que uma viagem para recarregar as energias!

Nada melhor do que uma viagem para recarregar as energias!

Darei notícias semana que vem. Farei matéria sobre a viagem. Contarei como nós, mães, sobrevivemos sem gritos, choros ou fraldas para trocar. E contarei o que ficou como lição de vida. A saudade, eu já sei, será imensa!

Até a volta!

Pais&Filhos TV