Bebês

Trocador seguro, bebê limpo: saiba como evitar acidentes

Limpar e trocar seu filho são momentos que exige atenção: as quedas do trocador são causa de internação recorrente de crianças

Redação Pais&Filhos

Redação Pais&Filhos

trocador-seguro

Trocar o bebê pode parecer uma missão difícil para pais e mães de primeira viagem: qual tamanho, tipo, marca de fraldas compro? Como é o melhor jeito de higienizar meu filho? O que posso ou não passar em sua pele sensível? Enfim, essas e outras dúvidas podem surgir no meio do caminho, mas, calma lá, pois existe um cuidado que deve ser primário durante a troca de fraldas: o local e a maneira com que isso é feito.

Como todo pai e mãe bem sabem, o trocador de fraldas vai ser parte (muito frequente) da rotina – e esse momento deve ser feito com atenção, uma vez que a queda é a principal causa de internação por acidentes no Brasil, com 60 mil crianças internadas por ano por este motivo! Para evitar acidentes, você deve dispor de tudo o que precisará ao alcance das mãos. “Além disso, também recomendamos que, caso o adulto precise se virar por algum motivo, deve manter sempre uma mão no bebê para notar qualquer movimento que ele faça e voltar rapidamente a atenção para a criança”, afirma a coordenadora nacional da ONG Criança Segura, Gabriela Guida de Freitas, filha de Ruy e Silvia.

Anúncio

FECHAR

Então, vai trocar o bebê? Já arrume anteriormente as fraldas, uma muda de roupa, lenços umedecidos, algodão, cotonete, garrafa térmica com água morna (com tampa!) e a pomada de assadura – mantendo qualquer coisa que traga riscos como líquidos quentes, remédios ou produtos com tampa aberta, objetos pontiagudos e muito pequenos beeeem longe do seu pequeno. Outra dica? Leve um brinquedo leve e macio junto dele, para que ele possa brincar e se distrair (e nada de ser algo muito pequeno ou pesado, hein?). Assim, seu filho vai ficar feliz e você, mais tranquilo!

Colaboração: Ana Lis Soares, jornalista, filha de Marco Túlio e Arlete