Bebês

O brinquedo certo para cada idade

Para que seu filho se sinta desafiado e não frustrado, o presente tem que ser adequado à faixa etária.

Redação Pais&Filhos

Redação Pais&Filhos

0 a 2 anos de idade

Estimulando os sentidos

Durante os primeiros anos éimportante garantir que o bebê possa fazer do seu brinquedoo que bem entender. Mesmo. Levar à boca, deixar rolar ou jogar o objeto no chão,faz parte. O importante é experimentar, seja por meio do tato, da audição, do olhar,do paladar ou do olfato.  

Anúncio

FECHAR

Por isso os brinquedos devem, antes de mais nada, seguirestritamente as normas de segurança, ter selo do Inmetro e serem indicados paraa faixa etária. Se o brinquedo forrecomendado acima de 3 anos, acredite: pode representar risco para seu filho.

Os brinquedosdevem ser bem macios, com diferentes texturas, coloridos e em geral fazer algumbarulho, mas nada de exagero. Embora os estímulos sejam muito importantes parao desenvolvimento da criança é importante ficar atento para que eles não sejammuito intensos. Estímulos em excesso pode acabar irritando seu pequeno.

Lembre-setambém de que os brinquedos paraesta fase não devem ter peças pequenas e nem pontas muito afiadas. Se quebrar, jogue fora sem dó. E as crianças precisamestar sempre supervisionadas por um adulto, mesmo na hora de brincar.

 

3 a 7 anos de idade

No mundo das regras e dasfantasias

Nesta fase, os brinquedos vão ajudar a estimular o conhecimento, a coordenaçãomotora e também a imaginação.  

Por isso é interessante que ascrianças brinquem com bonecas,casinhas, carrinhos, fantasias, materiais de pintura e tudo que estimule o fazde conta. É com essa idade que eles serão príncipes, princesas, super-heróis evão adorar brincar de casinha,policial, mamãe e filinha, e muitos outros personagens que a gente nem imagina.É vivendo todos esses papéis que ele entende por que a mãe dá bronca, elabora a raiva que sentiu quando oamiguinho não quis brincar, secoloca no lugar da professora, voa como o Superman…

Também são indicados para estafase os jogos com regras, como quebra-cabeçase jogos de tabuleiros, que devem começar de forma bem simples, com poucas peçase regras bem simples de cumprir. Com o tempo, eles podem ir ganhandocomplexidade conforme as crianças forem crescendo. Se seu filho tem 3 anos,procure brinquedos indicados paraesta faixa. Brinquedos para 5 ou 7, em vez de estimulá-lo, podem deixá-lofrustrado.

 

8 a 10 anos de idade

Hora do Jogo

Mais velhas, as crianças destaidade já podem brincar com jogos deregras mais complexas e devem ser estimuladas a ler e fazer atividades queenvolvam habilidades físicas. A ideia é incentivar a competição, a convivênciaem grupo e o aprendizado social.

Por isso é interessante que elestenham jogos que exijam raciocínio lógico como kits mecânicos de montagem, alémde bolas, cordas, bicicletas e o que mais incentive gincanas e brincadeiras de quadra. Jogos e cartas e detabuleiro, desde que adequados à idade, também batem um bolão.

 

Consultoria:

Adriana Friedmann, doutora emAntropologia, Mestre em Educação e Pedagoga e consultora da Fundação MariaCecília Souto Vidigal.

Teresa Ruas, mãe de Maitê Maria, especializada em desenvolvimento infantil econsultora Fisher-Price

Assista ao vídeo abaixo e veja os lançamentos da Abrin 2015, a maior Feira de Brinquedos do país!