Bebês

Esse bebê é meu

Nova tecnologia quer evitar a troca de recém-nascidos

Redação Pais&Filhos

Redação Pais&Filhos

Depois da tão aguardada hora de finalmente ter o bebê nos braços, muitos pais se preocupam com a correta identificação e segurança de seus pequenos enquanto estão na maternidade. Um pai de primeira viagem compartilhou da mesma angústia e resolveu fazer algo a respeito.

 
Ao ter seu primeiro filho, Carlos Herreros notou a precariedade do sistema de identificação de bebês e criou a empresa ICN Technologies, responsável por desenvolver uma nova tecnologia que evite roubos e trocas de recém-nascidos nos hospitais. Segundo o jornal espanhol El Mundo, o sistema se baseia em um leitor eletrônico único no mundo que capta as impressões digitais da mãe e do bebê ainda na sala de parto.
 
Além da segurança da biometria, a nova tecnologia conta ainda com a técnica da radiofreqüência, que localiza em tempo real mãe, filho e enfermeiras que cuidam do pequeno.
De acordo com o jornal espanhol, o sistema permite também que se fechem portas e bloqueiem elevadores, colocando o hospital em estado de alerta caso o bebê esteja em local inadequado.
 
Segundo levantamentos da ICN Technologies, devido à crise espanhola, os investimentos na nova técnica têm sido adiados ou cancelados, o que não ocorre em outros países. Países como Brasil, Chile e Argentina estariam se interessando pela tecnologia de selo espanhol que é aplicável a outros lugares, de acordo com seus criadores.

Pais&Filhos TV