Bebês

Dúvidas sobre infecções de ouvido? Esclarecemos tudo

iStock
iStock
Parents

Publicado em 09/05/2018, às 15h58 por Redação Pais&Filhos


Quão comuns são as infecções de ouvido? 

“Ao lado do resfriado comum, infecções de ouvido são o distúrbio mais comum em crianças”, diz Margaretha Casselbrant, chefe de otorrinolaringologia pediátrica no Hospital Infantil de Pittsburgh. Os fatos são de que mais de 80% das crianças serão diagnosticadas com uma infecção no ouvido até o terceiro aniversário e que o horário nobre para as crianças terem infecções de ouvido é entre 6 a 24 meses.

Por que as crianças são propensas a infecções de ouvido?  

Primeiro, uma explicação rápida: as infecções de ouvido ocorrem quando o fluido fica preso no ouvido médio (um espaço cheio de ar localizado atrás do tímpano) e é infectado por bactérias ou vírus. É mais provável que isso aconteça quando o tubo que conecta a garganta ao ouvido médio fica bloqueada. Normalmente, este bloqueio é causado por inchaço ou congestão de um resfriado, razão pela qual uma infecção no ouvido geralmente se desenvolve após um resfriado. Alergias também podem causar inflamação.

A anatomia também é um fator contribuinte. Os tubos de uma criança são mais curtos, menos angulados e mais flexíveis que os de um adulto, o que significa que tanto os fluidos quanto os germes têm maior probabilidade de ficar presos no ouvido médio. Além disso, o sistema imunológico de uma criança ainda está se desenvolvendo, então ela tem mais dificuldade em combater vírus e bactérias.

Como os pais podem identificar uma infecção no ouvido? 

As crianças mais velhas dizem quando, por exemplo, o ouvido dói. Já um bebê não é capaz de fazer isso. Então, você deve ficar alerta com febres, irritabilidade, dificuldade para dormir, lágrimas em maiores quantidades, diminuição do apetite, vômitos e diarreias. Além disso, se seu bebê fica mais bravo quando está deitado, uma infecção no ouvido pode ser a culpada, porque essa posição coloca pressão sobre os tubos.

Preste MUITA atenção se houver fluido ou pus drenando do ouvido do seu filho. Isso pode sinalizar um tímpano perfurado. Mas não precisa se assustar! Apenas leve seu filho ao médico.

Antibióticos são necessários para infecções de ouvido? 

O pensamento mais recente é que os médicos não precisam imediatamente receitar remédios. Em alguns casos, uma abordagem de observação e espera pode ser apropriada. Isso porque um terço das infecções de ouvido são causadas por vírus, que não respondem aos antibióticos.

Independentemente de seu filho tomar antibióticos ou não, seu pediatra provavelmente agendará uma consulta de acompanhamento várias semanas depois para garantir que a infecção desapareceu.  “Se seu filho teve cinco ou seis infecções de ouvido em um ano ou teve pus por trás do tímpano por mais de três meses, ele pode ter tubos colocados em seus ouvidos”, explica o Dr. Friedman.

Dá para evitar infecções de ouvido?  

Não há garantias, mas você pode tomar essas medidas para diminuir as chances:

Amamentar: estudos mostram que seis meses de amamentação podem proteger a criança

Não fume e evite o fumo passivo: A fumaça do cigarro paralisa os minúsculos pelos que revestem os tubos do ouvido. Quando isso acontece, o muco não é removido do espaço do ouvido médio, o que aumenta o risco de uma infecção.

Vacine seu filho: um estudo de 2007 publicado na revista Pediatrics analisou Prevnar, uma vacina que protege contra bactérias pneumocócicas, que podem causar infecções de ouvido, meningite e outras doenças. A vacina ajudou a reduzir o número de bebês e crianças que desenvolvem infecções no ouvido. Vale lembrar que ela não é infalível, mas é uma boa ideia.

Evite colocar seu filho em uma creche grande, se possível: bebês em creches tendem a ter mais infecções de ouvido do que aqueles que não estão matriculados. Se a creche é uma obrigação, quanto menos crianças, melhor.

Não deixe o seu filho beber em garrafas ou copos enquanto estiver deitado: quando ele for beber, a cabeça deve estar mais alta que seu estômago, para que o líquido não possa ir do tubo para o ouvido.

Tome precauções contra alergias: Se você acha que as alergias podem estar causando as infecções de ouvido do seu filho, remova os itens alergênicos de casa.

Como posso aliviar a dor da infecção do meu filho?

O pediatra pode recomendar alguns remédios. Evite viajar de avião enquanto ele estiver com a infecção porque a mudança na pressão do ar pode aumentar significativamente a dor ou até mesmo romper o tímpano.

Leia também:

Sinal amarelo: veja 12 sintomas de saúde do seu filho que você deve estar atenta

Entenda porque a vacina é a maior arma contra a gripe

Seu filho está com tosse? Te ajudamos a decifrar


Leia também

Modelo apontada como mãe de filha de Neymar rebate notícia pela primeira vez - (Foto: reprodução/Instagram)

Gravidez

Modelo que estaria grávida de Neymar quebra silêncio e fala pela primeira vez sobre boatos

Foto: Reprodução/Instagram

Família

Paula Fernandes revela estar com doença: "Tenho apenas alguns dias de vida"

Heloisy Oliveira e Micael Borges - Reprodução: Instagram

Família

Micael Borges elogia a esposa após Lívia Andrade insinuar traição no Domingão com Huck

Ticiane não foi ao aniversário de Vicky - (Foto: reprodução/Instagram)

Família

Ana Paula Siebert explica o motivo de Ticiane Pinheiro não ir ao aniversário de sua filha

Angélica fala sobre abrir relacionamento com Luciano Huck - Reprodução/ Instagram

Família

Angélica fala sobre abrir relacionamento com Luciano Huck

O momento da escolha do nome é superespecial e deve ser vivido com muito carinho pela família - Getty Images

Bebês

210 nomes masculinos para bebês: ideias fortes (e lindas!) para você chamar o seu filho

Foto: Reprodução/Redes Sociais

Família

Mãe desaparecida por duas semanas é encontrada enterrada sob o piso da própria casa

Maria Alice diverte Virginia ao ver irmão mexendo na barriga - Foto: Reprodução/Instagram

Família

Virginia cancela festa de Maria Alice após doença: "Já tinha programado tudo"