Bebês

Desenvolvimento dos dentes não influencia na amamentação

Dar de mamar quando os dentes começam a nascer fortalece a musculatura da mandíbula

Redação Pais&Filhos

Redação Pais&Filhos

Parece lógico: quando os dentes do bebê começam a se desenvolver é hora de parar de amamentar e dar outros tipos de alimentos à criança. Mas não é bem assim. Os dentes começam a nascer a partir dos 6 meses e a recomendação da Organização Mundial da Saúde (OMS) é que a amamentação seja realizada até os 2 anos ou mais.

Quando a arcada dentária está nascendo, isso gera desconforto na criança e ela pode ficar sem vontade de mamar por causa da dor. Para amenizar, o indicado é massagear a gengiva com gaze e dar um mordedor para o bebê, diz o cirurgião dentista da Universidade de São Paulo Pedro Benatti, filho de Luiz Octávio e Aparecida. Os dentinhos do bebê não costumam machucar o mamilo da mãe: isso porque ficam embaixo da língua, explica Benatti.

“A amamentação também é importante para o fortalecimento da arcada dentária e da musculatura da mandíbula, pois ajuda a criar mais firmeza na língua, melhora o movimento de sucção e ajuda a ficar com a boca fechada”, diz o cirurgião dentista

Anúncio

FECHAR