Bebês

Como melhorar a energia do quarto do bebê

Na hora de montar o quarto, além de planejar os móveis, vale usar essas dicas para garantir um ambiente tranquilo e agradável para o bebê

Redação Pais&Filhos

Redação Pais&Filhos

Decorar o quarto do bebê pode parecer algo simples num primeiro momento: escolher o papel de parede mais bonito, comprar enfeites fofos e definir o berço ideal. Mas há um outro aspecto que nem sempre é lembrado pelos pais: como melhorar as energias do ambiente que vai receber o novo membro da família.

A terapeuta holística e radiestesista Gisele di Rufino, filha de Neli e Gil, explica que é essencial se preocupar com essa questão, já que ela vai influenciar diretamente no comportamento e na saúde da criança. “Há algumas coisas simples que os pais podem fazer e que já ajudam bastante”. A primeira delas pode não agradar muito àqueles que já planejaram um quarto todo cor de rosa ou um papel de parede amarelinho: o mais indicado é pintar as paredes de azul. “Essa cor é ideal porque ela consegue manter o padrão vibratório do ambiente mais elevado. Assim, as frequências inferiores não conseguem se compatibilizar e ficam longe do quarto”. Porém, se tudo já estiver pronto, não precisa se lamentar, já que há alternativas muito eficientes. “A mãe pode colocar objetos azuis no quarto e, principalmente, dar atenção às roupas de cama e aos pijamas. Isso vale, inclusive, para os adultos, pois esse cuidado ajuda a proporcionar noites de sono mais tranquilas”, explica Gisele.

Veja os ambientes mais bacanas da Casa Cor

Anúncio

FECHAR

Outra forma de manter o padrão vibratório alto é apostando nos incensos e óleos essenciais e, ainda mais importante, na música clássica. “É só fazer o teste. Ela dá tranquilidade justamente porque nos coloca numa frequência bem mais elevada. Dessa forma, o bebê vai ficar mais calmo e, com certeza, dormir e descansar melhor”, afirma a radiestesista. Mais uma dica que merece ser destacada envolve o posicionamento do berço no quarto, afinal, não basta construir uma composição visualmente agradável com os outros móveis. “Os pais precisam se atentar a não deixar o berço ou a cama da criança próximos a paredes com encanamentos, pois essas passagens de água podem influenciar causando estresse, ansiedade e até mesmo doenças graves”, acredita Gisele. Ela aponta ainda que isso é fácil de observar: crianças que são colocadas por muito tempo próximas a fluxos de água tendem a ficar inquietas, insones e irritadas.

De olho no bebê: as facilidades das babás eletrônicas com imagem HD e wi-fi

De acordo com Gisele, as orgonites – peças elaboradas a partir de matéria orgânica metal e mineral – são ótimas para equilibrar a energia do ambiente e agem como um catalisador, protegendo o campo magnético das pessoas, além de ser um objeto de decoração.

Por fim, cabe aquele conselho que todos nós conhecemos, mas que nem sempre lembramos. Segundo Gisele, “depois de um dia intenso de trabalho, os pais precisam recarregar as energias para lidar com os filhos”, por isso, as dicas também podem ser seguidas pelos adultos, que devem procurar se desestressar e elevar a frequência para aproveitar melhor o contato com o bebê.