Criança

Foco no projeto é parte importante na hora de investir no futuro do seu filho

Parte da educação financeira é ter um objetivo bem definido para o dinheiro

Publieditorial

Publieditorial

(Foto: Shutterstock)

(Foto: Shutterstock)

Logo que um bebê nasce, são só felicidades, mas as preocupações também aparecem. Não são só as fraldas, a alimentação, a educação e as roupas que preocupam a gente. O futuro dos nossos filhos é uma questão muito importante. Sendo assim, quando fazemos um plano de previdência para os pequenos, o ideal é que ele tenha um destino certo.

Normalmente, os investimentos podem ser retirados quando o jovem completa 21 anos. Nessa fase, ele possivelmente está ingressando no mercado de trabalho e vai precisar de uma ajuda financeira, seja para montar seu escritório, fazer uma pós-graduação, um MBA, uma especialização ou até mesmo um intercâmbio.

O importante é deixar claro o objetivo desta quantia para o menor. “Acho melhor ter um propósito. O bom de ter uma meta é que você não sabe como o seu filho vai crescer”, explica Patricia Broggi, mãe de Luca e Thiago, jornalista, autora do livro Falando de Grana, colunista e embaixadora Pais&Filhos.

Anúncio

FECHAR

Neste sentido, o produto Brasilprev Junior é um vantajoso e acessível plano de previdência privada, que pode aumentar as possibilidades no momento decisório do início da vida adulta.

Além disso, segue uma dica valiosa: se o seu filho não precisar usar todo o dinheiro assim que fizer 21 anos, ele poderá investir em um plano de previdência individual! Dá para usar o valor e ainda guardar mais um pouco, pensando em novos projetos que se busca alcançar. Porém uma premissa é essencial para o planejamento e conquista destes anseios: a educação financeira. É dessa forma que a criança aprende, desde cedo, a administrar valores com sabedoria.

Na hora de estabelecer a meta para o investimento, procure não pensar apenas em bens exclusivamente materiais (como o primeiro carro), mas em coisas que realmente irão fazer a diferença e ajudar o seu filho a crescer profissionalmente. Investir em educação é sempre uma boa pedida, algo que vai durar para a vida toda.

Leia também:

Ensinar o filho a administrar a mesada é também prepará-lo para o futuro

Economizar desde cedo é planejar o futuro dos filhos

Previdência privada infantil: tudo que você precisa saber