Criança

7 motivos pelos quais o seu filho precisa (mesmo) dormir

O sono ajuda a criança a lutar contra a obesidade, evitar resfriados, ir bem na escola e muito mais

Logo-Parents (1)
Redação Pais&Filhos

Redação Pais&Filhos

(Foto: Shutterstock)

(Foto: Shutterstock)

Os pais sempre notaram que dormir afeta diretamente o sono das crianças e a maioria concordaria que isso também tem um impacto no aprendizado e comportamento. Mas pesquisadores descobriram recentemente que o sono também é essencial para a saúde.

Separamos sete benefícios para comprovar que ele é importante demais para seu filho.

  1. Sono promove o crescimento

Você provavelmente já acordou um dia e achou que o seu bebê estava maior da noite para o dia e você estava certo. “O hormônio do crescimento é primariamente liberado durante o sono profundo”, afirma Judith Owens, diretora da medicina do sono no Centro Médico Nacional Infantil, em Washington, nos EUA.

Anúncio

FECHAR
  1. Dormir ajuda o coração

O sono protege crianças de problemas vasculares já que circula hormônios do estresse e parede arterial – diminuindo o colesterol. “Crianças com problemas de sono tem excitação cerebral excessiva durante o sono”, diz Jeffrey Durmer, especialista do sono e pesquisador de Atlanta, nos EUA. Ele ainda explica que, dessa forma, a glicose e o cortisol no sangue ficam elevados e ambos estão ligado a altos níveis de diabetes, obesidade e doenças cardíacas.

  1. Sono afeta peso.

As evidências aumentam cada vez mais e mostram que dormir pouco leva as crianças a ficarem acima do peso. Quando comemos o suficiente para ficarmos satisfeitos, nossas células de gordura produzem a leptina, que nos sinaliza para parar de comer. A privação do sono pode impactar neste hormônio, então as crianças continuam comendo mesmo satisfeitas. “Com o tempo, crianças que não dormem o suficiente têm maior tendência a serem obesas”, explica Dorit Koren, pediatra endocrinologista e pesquisadora do sono na Universidade de Chicago, nos EUA.

  1. Dormir ajuda a combater germes.

Durante o sono, produzimos proteínas que ajudam o corpo a combater infecções, doenças e estresse. Pouco sono impacta na quantidade dessas proteínas. Adultos que dormem menos de sete horas por noite estão três vezes mais propensos a ficarem resfriados quando expostos ao vírus do que aqueles que dormem por oito ou mais horas.

  1. Sono reduz o risco de ferimentos.

Crianças ficam mais desastradas e impulsivas quando não dormem o suficiente, sendo mais propícias a acidentes. Um estudo com crianças chinesas descobriu que aquelas que dormiam menos (abaixo de nove horas por noite em idade escolar), tinham muito mais propensão a terem lesões que requeriam cuidados médicos.

  1. Dormir aumenta a capacidade de atenção das crianças.

Crianças que frequentemente dormem menos de dez horas por noite antes dos 3 anos de idade têm três vezes mais chances de terem problemas de hiperatividade e impulsividade perto dos 6 anos. Em outras palavras, crianças cansadas podem ser impulsivas e distraídas, ainda que não tenham TDAH.

  1. Sono turbina aprendizado.

O bebê pode até parecer tranquilo enquanto dorme, mas o cérebro dele está ocupado a noite toda. Pesquisadoras do Centro Médico da Universidade de Columbia mostraram que recém-nascidos aprendem enquanto dormem. Isso acontece com crianças de todas as idades e especialistas em educação descobriram que sonecas têm uma mágica particular.

Então bora dormir?

Leia também:

7 dicas essenciais para ajudar o seu filho a dormir sozinho

Quanto tempo meu filho precisa dormir? Veja tabela para cada fase

12 dicas para te ajudar na hora de colocar as crianças para dormir