Bebês

7 regras de ouro para seu filho começar a usar o penico

Saiba qual é a hora certa e veja como deixar este momento mais tranquilo

A REDAÇÃO PAIS&FILHOS

treino para usar o penico

Se seu filho está lutando para usar o banheiro, ou é porque ele está cheio de cocô, ou é muito novo para isso, ou ambas as coisas. A maioria dos problemas que as crianças enfrentam neste momento é evitável. Estas 7 regras de treinamento para o peniquinho podem ser úteis para este momento.

Quer ajudar seu filho a evitar constipação, xixi na cama e outros acidentes? Certifique-se de que:

Anúncio

FECHAR
  1. O cocô geralmente é mole – antes do treinamento começar

Uma criança que faz cocô em pelotas está constipada e o treino do banheiro para ela é um esforço perdido. Antes de você considerar começar a considerar o desfralde, tenha certeza de que as fezes estão sem forma, como uma pasta. Praticamente todas as crianças que têm medo do banheiro estão constipadas ou sentem dor.

  1. Ele não enfrenta prazos, pressão ou expectativas

As crianças não precisam de adultos para treiná-las a ir ao banheiro. Eles precisam de pais cuidadosos, comunicativos e sintonizados para apoiar e facilitar o processo de aprendizagem do vaso sanitário, que é individual para cada criança.

  1. Tem em torno de 3 anos – e não menos do que 2!

Pesquisas apontam que crianças treinadas para o banheiro antes de dois anos tem o triplo de risco de desenvolver problemas de urina durante o dia do que aquelas com dois e três anos. Isso não significa que existe uma janela mágica entre dois e três anos. É que as crianças com menos de dois anos têm mais riscos de desenvolverem problemas. Em geral, a maioria das crianças menores de três anos ainda não desenvolveu a capacidade de responder aos seus corpos para fazer xixi e cocô de maneira criteriosa, por isso muitos acabam segurando.

  1. Faz cocô com os pés em um banco alto

Os seres humanos foram projetados para agachar enquanto estão fazendo cocô. Ficar de cócoras endireita a curva natural do reto, permitindo ao cocô sair facilmente, sem fazer esforço. Quando um adulto senta na posição vertical no vaso sanitário, fazer cocô é mais difícil do que precisa ser, mas quando uma criança senta na posição vertical, com as pernas balançando, é muito mais difícil!

  1. Continua fazendo cocô mais “pastoso” diariamente

Se, enquanto está aprendendo a usar o banheiro, o cocô do seu filho volta a sair em bolinhas ou pedaços muito grandes, corte o treinamento e trate a constipação. Não retome o treinamento até que o cocô volte a ficar pastoso. Sim, isso significa que você precisa olhar a cada vez que seu filho faz cocô. E também prestar atenção na frequência das fezes. Se a frequência diminui, seu filho está provavelmente constipado.

  1. Faz xixi de poucas em poucas horas

Talvez você tenha ouvido que segurar o xixi é bom e que ajuda a fortalecer a bexiga para que eles possam armazenar mais urina e evitar acidentes. Falso! Fazer xixi regularmente é o que faz com que a bexiga se desenvolva de maneira saudável. Segurar faz com que a bexiga fique irritada e tenha menos capacidade de armazenar. Se você perceber que seu filho está segurando, explique que ele deve ir ao banheiro.

  1. Se alimenta com “comida de verdade”, especialmente verduras e frutas

Crianças que aprendem a usar o banheiro são  propensas à constipação. Comer bolachas, cachorro quente, nuggets de frango, e outros alimentos altamente processados só vai piorar a situação. E se o seu filho está travando uma guerra contra os vegetais? Leia: Dicas para as crianças comerem direito.