Gravidez

Linda do começo ao fim

A maternidade vem acompanhada de grandes mudanças. No coração, claro, mas também no rosto, nos cabelos e no corpo

Redação Pais&Filhos

Redação Pais&Filhos

Basta descobrir a gravidez para o mundo ficar de cabeça para baixo. Você muda por dentro – o que é inevitável, definitivo e delicioso – e muda por fora. Mas aí não precisa ser definitivo, não. Hábitos saudáveis, como uma boa alimentação, exercícios físicos e cuidados com a pele, por exemplo, podem evitar mudanças indesejáveis. Sim, é necessário arrumar tempo para cuidar da aparência! São tantas as questões que aparecem na gravidez, que a gente acaba deixando isso em segundo plano. Mas uma grávida saudável e com boa autoestima com certeza será uma mãe muito mais feliz. Aqui, tudo o que você precisa saber para se cuidar e ficar ainda mais linda durante e depois da gravidez.

CABELOS

Anúncio

FECHAR

Gravidez
Durante a gestação, os hormônios trabalham, quase sempre, a favor dos fios. “Meu cabelo ficou lindo e cresceu muito”, conta a nutricionista Juliana Villar de Almeida, mãe de Maria Fernanda. Mais: o cabelo fica sedoso, fácil de pentear e praticamente não cai, conta o dermatologista e tricologista Valcinir Bedin, pai de Gustavo. Em compensação, algumas futuras mães podem sofrer com o excesso de oleosidade. “Há um aumento da produção de secreção pelas glândulas sebáceas, que pode aumentar a caspa”, explica o ginecologista e obstetra Jurandir Piassi Passos, pai de Isabella e Natalia. Alguns xampus indicados para o controle da caspa podem ser usados após a 12a semana de gravidez, mas vale consultar o seu médico. “O couro cabeludo absorve muito as drogas”, alerta Jurandir. Por isso, é importante ficar longe de escova progressiva e alisamentos. “As tinturas sem amônia estão liberadas a partir da 16a semana. Assim como as luzes, desde que não haja contato com a raiz”, diz a ginecologista, obstetra e tricologista Cláudia Leite Barbosa, mãe de Guilherme e Luísa.

Pós- parto
Após o nascimento do bebê, os fios vão pelo ralo, literalmente. “Três a quatro meses após o parto pode ocorrer uma grande queda dos fios”, explica o dermatologista Bedin. Tomar suplemento vitamínico até o final da amamentação ajuda, diminuindo a queda e facilitando a recuperação. Essa queda pode durar seis meses e deve ser generalizada. “Se for localizada ou se aparecer alguma entrada não é normal”, diz a ginecologista Cláudia Leite Barbosa. Anemia e tireoidite são exemplos de problemas no pós-parto, que podem contribuir com a queda. Já no salão, para ficar mais bonita durante a amamentação, tinturas sem amônia e luzes, sem contato com a raiz, estão liberadas. Pode marcar hora!

ROSTO

Gravidez
Sua pele não é mais a mesma… Mas cada uma muda de um jeito: tanto pode ficar mais seca ou mais oleosa do que antes. O importante é usar produtos de acordo com o seu novo tipo. Isso inclui maquiagem e protetor solar. Peles oleosas, por exemplo, pedem texturas mais leves, como géis e séruns. Além disso, a pele está mais sensível. “Para evitar reações alérgicas, prefira produtos hipoalergênicos, sem cheiro, corantes ou parabenos e, preferencialmente, de marcas conhecidas”, explica a dermatologista Luciane Scattone, mãe de Henrique e Leticia. Bloqueador solar com FPS acima de 30 é realmente indispensável o tempo todo, especialmente no rosto, pois até mesmo uma lâmpada é capaz de manchar a pele. “Os hormônios estimulam a pigmentação, por isso aparecem mais manchas”, explica Eduardo Zlotnik, ginecologista e obstetra do Hospital Israelita Albert Einstein, pai de Mira, Marcelo e Marcos.

Também pode aparecer acne. “Meu rosto ficou cheio”, conta a DJ Caroline Campos, mãe de Aurora. De acordo com Eduardo, o aparecimento de espinhas está relacionado ao aumento da oleosidade e varia entre as mulheres. O tratamento deve ser local e com acompanhamento médico, pois o uso de ácidos deve ser evitado. “Muitos produtos não apresentam segurança, pois nunca foram testados em grávidas”, explica a ginecologista e obstetra Bárbara Murayama, mãe de Pedro. Para Caroline, o jeito foi manter a região sempre limpa usando sabonete.

Pós-parto
A maioria das manchas diminui ou até some no pós-parto. No caso de Caroline, a mancha que tinha aparecido na testa foi embora. As espinhas do corpo também sumiram rapidamente, mas as do rosto continuaram por um tempo. A boa notícia é que tem jeito! “Nesse período, o uso de produtos cosméticos e cuidados para pele passa a ser mais tolerado, pois não passa pelo leite. É o momento de um apoio do dermatologista”, explica Eduardo Zlotnik. E, se alguma mancha persistir, será necessário um tratamento com clareadores e laser.

Mas tenha paciência, controle a ansiedade. “Muitas dessas mudanças são transitórias e começam a sumir, em média, dois meses depois do nascimento do bebê”, explica a ginecologista e obstetra Bárbara Murayama. Algumas horas a mais de sono e um bom banho nessa fase do pós-parto são capazes de fazer milagres, assim como algumas receitinhas caseiras. Vale a pena deixar o bebê com alguém por um tempinho para se cuidar. “Compressa de camomila gelada na região dos olhos contrai os vasos dilatados e melhora a aparência das olheiras”, diz a dermatologista Luciane Scattone. Um zumbi a menos!