Família

Empreendedorismo: uma jornada difícil, mas possível

Conheça alguns dados sobre o tema - Getty Images
Getty Images

Publicado em 11/09/2019, às 07h46 - Atualizado em 30/01/2020, às 19h27 por Yulia Serra, Editora | Filha de Suzimar e Leopoldo


Conheça alguns dados sobre o tema (Foto: Getty Images)

No Brasil, não é difícil perceber que há um preconceito em contratar mulheres e o cenário é ainda pior após engravidarem. De acordo com o Grupo Regus, 62% das empresas brasileiras têm restrição para admitir elas. 

Se o mercado de trabalho fecha as portas para as mães, o empreendedorismo aparece como uma oportunidade para você conciliar carreira e maternidade. Não significa que é fácil, mas é possível. 

Não à toa 75% dos negócios criados pelo público feminino são motivados pela chegada do filho. Mas empreender exige tanto (ou até mais) que um emprego tradicional. A quantidade de trabalho aumenta, mas é a flexibilidade de horário que atrai. 

Como dona do próprio negócio, você precisa fazer todas as funções. Isso significa aprender aquela área que você sempre deixou de lado e pôr a mão na massa de verdade. Arriscar faz parte, mas grande parte do sucesso de uma empresa depende do planejamento

Antes de tirar a ideia do papel, é importante se atentar alguns pontos: definir um público alvo, pesquisar a faixa de preço, escolher de que maneiras irá divulgar os produtos e estabelecer uma meta para te nortear durante o processo. 

E isso leva tempo. Um estudo publicado no Real Business mostrou o quanto ter um negócio exige mais horas de de dedicação semanais. De acordo com a pesquisa, os empreendedores trabalham cerca de 52 horas nesse período, enquanto a média dos trabalhadores 37, ou seja, 40% a mais. 

É claro que conforme o negócio for crescendo, você pode contratar outros funcionários para te ajudar, mas até inverter a balança e conseguir ter lucro demanda muito esforço. 

E só você pode decidir se essa dedicação vale a pena pelos benefícios que traz: poder fazer algo que gosta, ter liberdade para montar a própria agenda e controlar o dinheiro que entra e sai. 

Mas empreender nem sempre é esse bicho de sete cabeças. Já pensou em ter os produtos que precisa e um local para divulgação sem sair de casa? É exatamente isso que o brechó online Antes de Mim te proporciona. 

Nesse espaço exclusivo infantil, você pode criar uma loja e anunciar aquelas roupas, acessórios e brinquedos que seu filho não usa mais. Além de incentivar o consumo consciente, você consegue juntar uma renda extra, que pode, no futuro, se tornar a principal. 

Fique por dentro do conteúdo do YouTube da Pais&Filhos:

Leia também:

Mãe conta história de peça especial do filho e o motivo de desapegar

Empreendedorismo sustentável ajuda mãe a desapegar de itens do filho

Renove o guarda-roupa do seu filho com as tendências para primavera


Leia também

Imagem Nomes femininos raros: veja opções chiques e únicas para meninas

Bebês

Nomes femininos raros: veja opções chiques e únicas para meninas

Davi e Mani possuem 20 anos de diferença entre eles - Reprodução/Instagram

Família

Mani deixa de seguir Davi no Instagram e toma atitude sobre a relação com o campeão do BBB

(Foto: reprodução/Instagram)

Família

Lore Improta mostra evolução da barriga e avisa: "Tem mais neném chegando"

(Foto: Reprodução/Redes sociais)

Família

Mani recebe recado de Yasmin Brunet após anunciar fim da relação com Davi

Andreas Richthofen vive isolado - (Foto: Reprodução/Instagram)

Família

Andreas Richthofen dá 1ª entrevista e diz que procura a irmã há 4 anos: "Tem assuntos pendentes"

Davi Britto e Mani - (Foto: Reprodução/Redes sociais)

Família

Mani Rêgo quebra o silêncio sobre relação com Davi após polêmica: "Passo a ser um produto"

Menina morre em tubulação de piscina - (Foto: Reprodução)

Família

Menina de 8 anos é encontrada morta em tubulação de piscina em hotel luxuoso

Se você procura um nome de menina, aqui estão 180 ideias diferentes - Pexels/Moose Photos

Bebês

180 nomes femininos diferentes: ideias de A a Z para você chamar a sua filha