Notícias

Poeta e dona de casa

Michelle Sill teve que parar a faculdade, mas não se arrepende: é cheia de amor pela família

Redação Pais&Filhos

Redação Pais&Filhos

Livreira, poeta, dona de casa e mãe do João Miguel de 1 aninho.

Assim me defino quando perguntam o que faço. Antes de o João Miguel nascer, a vida era outra, digamos que realmente eu andava preguiçosa. Depois que o JM nasceu, deu ‘up’ em tudo. As esperanças em tudo aumentaram. Meu mundo aumentou. O amor aumentou. O trabalho teve que aumentar. E principalmente, a bagunça aumentou mais ainda.

Anúncio

FECHAR

Moro em São Paulo há três anos, casei e não tenho nenhum parente num raio de 2.600 km, que é a distância de São Paulo a Recife. Então, desde o nascimento do pequeno, ando correndo pra poder atender tudo, parei a faculdade de letras, pra poder ficar mais com o JM à noite. O meu marido me ajuda muito com ele, mas ele trabalha com música e nem sempre está presente já que precisa viajar com bandas.
Na livraria sou do setor de gastronomia, então passo o dia todo vendo receitas deliciosas pra o jantar, acho que isso consola um pouco. Faço guacamoles, sopinhas, crepes, macarrão, tudo bem saudável. Ele sempre na cozinha me acompanhando, sentado no cadeirão provando a comidinha e esperando ansioso pela refeição. Sempre faço as marmitinhas para ele levar pra creche.

Sem falar que trabalho de Domingo a Domingo, aí só folgo uma vez por semana. Nos finais de semana, quando o pai está viajando, a dinda do JM sempre fica com ele. E nos dias de folga sempre invento um passeio. Como moro no centro, sempre tem algum lugar pra gente ir, algum museu, alguma exposição ou piquenique urbano. Ele adora parques e o Zoológico.

E quando ele dorme à noite, vou arrumar a casa, lavar roupas, louças… E ainda sobra um tempinho pra escrever poesias e crônicas no meu projeto de livro e no meu blog, e também de ler, afinal trabalho em uma livraria e tenho e amo muitos livros.

Diariamente sinto-me muito cansada, porém cheia de amor pela minha família.