Notícias

Com 6 meses Giovana já estava na escolinha

Catia Montaldi, mãe de Giovana, escolheu a escolinha antes mesmo de sua filha nascer

Redação Pais&Filhos

Redação Pais&Filhos

Eu tenho uma bebê de 1 ano e 2 meses, a Giovana, que desde os 6 meses frequenta o berçário. Quando eu decidi que teria um bebê, já sabia de antemão que, acabado o período da minha licença-maternidade, eu teria que deixar na escolinha, já que minha mãe mora em outra cidade e minha sogra não tem mais idade para cuidar de criança pequena.

Pois bem, engravidei e tive uma gestação super tranquila. Já durante a gestação me informei sobre as escolinhas próximas de casa, valores, horários e tudo o que envolve a escolha. Visitei as escolinhas e antes da Giovana nascer, já havia feito a minha escolha. A Giovana nasceu em março de 2012 e eu deveria retornar ao trabalho em setembro do mesmo ano.

Eu tive muito tempo pra me preparar pra enviá-la para a escolinha, fiz tudo com antecedência, mas quando chegou o momento de ir assinar o contrato e acertar a data do início da adaptação, me deu um frio no estomago. “Será que fiz a escolha certa?”, me perguntei diversas vezes, daí eu me acalmava e dizia que sim, tinha feito a escolha certa, tinha feito tudo com muita calma e paciência.

Anúncio

FECHAR

As tias da escola dizem que a adaptação é mais pra mamãe que para o bebê, fato esse que eu constatei com a Giovana. Já no terceiro dia, foi possível deixá-la o dia todo no berçário e foi super tranquilo.

Hoje, 8 meses depois dela ter iniciado no berçário, eu vejo o quanto foi bom pra ela. Ela é estimulada por profissionais sérios, é bem cuidada, bem alimentada. Adora as tias da escola, adora a escola.

Se a criança fica mais doentinha indo pra escola que ficando em casa? Acredito que sim, mas quando eu fiz a opção pela escolinha foi pelo fato de ter mais de uma pessoa pra cuidar, para que ela tivesse contato com outras crianças desde cedo, pois eu acho fundamental que criança conviva com criança, e meus sobrinhos moram longe…

Enfim, hoje eu tenho certeza que eu tomei a decisão certa, e fico feliz em saber que a minha pequena é bem cuidada, pois nota-se o carinho das tias por ela e dela pelas tias.