Notícias

Colegas de trabalho descobrem que são irmãs separadas há 40 anos

Caso aconteceu com duas sul-coreanas nos Estados Unidos

Brasil Post
Redação Pais&Filhos

Redação Pais&Filhos

irmãs separadas há 40 anos

Duas funcionárias de um hospital na Flórida, nos Estados Unidos, fizeram uma descoberta surpreendente: as colegas de trabalho e amigas são, na verdade, irmãs.

As sul-coreanas Eun-Sook e Pok-nam Shin, que adotaram os nomes Meagan Hughes e Holly Hoyle O’Brien desde que passaram a viver nos EUA, foram adotadas por diferentes famílias americanas na década de 70 e nunca mais se encontraram.

Anúncio

FECHAR

Quando Eun-Sook ainda era bebê, sua mãe abandonou o marido alcoólatra, que passou a viver sozinho com a outra filha, de apenas 2 anos, fruto de um relacionamento com outra mulher. Com a morte prematura da mãe de Eun-Sook e do pai de Pok-nam, as meninas foram levadas para orfanatos em diferentes cidades do país. Em 1976, Eun-Sook foi adotada por uma família americana que vivia em Nova York e, em 1978, um casal do estado da Virgínia adotou Pok-nam Shin.

No início deste ano, Pok-nam foi contratada para trabalhar como enfermeira no quarto andar de um hospital de Sarasota, na Flórida. Pouco depois, Eun-Sook foi trabalhar no local, também no quarto andar, e logo se tornou amiga da conterrânea.

Com as memórias coincidentes, elas resolveram fazer um teste de DNA, e o resultado foi positivo. “Minha primeira reação foi gritar ‘Meu Deus! Eu tenho uma irmã!’. Fiquei em choque, anestesiada”, disse Eun-Sook ao jornal Sarasota Herald-Tribune.