Notícias

Cada um mama de um jeito

Gabriela Gomez, mãe de Matheus e Thaís, descobriu que amamentar não é, como muitos dizem, igual andar de bicicleta

Redação Pais&Filhos

Redação Pais&Filhos

Gabriela Gomez mãe de Matheus e Thaís  participa da campanha Culpa,Não! O tema do mês de Junho é  “Não dou leite comum, dou fórmula”  se você também quiser participar siga a nossa página no Facebook e mande um depoimento sobre o tema do mês para giovanna@revistapaisefilhos.com.br .  

Quando tive meu primeiro filho, segui a cartilha do “politicamente correto” e fiz tudo direitinho, pra minha sorte o Matheus dormia bem e mamar então era uma alegria.

Já nos primeiros dias ele pegou super bem o peito, era um sugador de primeira, mamava até ficar cansado e já saia do peito dormindo de tão realizado.

Anúncio

FECHAR

Logo tive minha segunda filha, a Thaís, e lá fui eu com a cartilha pra colocar em prática, pra minha surpresa tudo foi diferente.

Ela não pegava o peito de jeito nenhum.Não conseguia entender como aquilo podia acontecer e segui tentando, mesmo com toda a dificuldade pra ela e pra mim.

Como ela não pegava o peito direito, me machucava e o mínimo que ela mamava regurgitava, a amamentação estava caótica.

Ela chorava de fome, dava peito e ela chorava mais ainda e regurgitava, meu pediatra mandou eu dar fórmula, na minha cabeça aquilo era muito difícil, mas não podíamos continuar daquele

jeito.

Abri a tal latinha e para minha surpresa tudo ficou mais calmo, ela começou a mamar, ganhar peso e os estresses na hora da amamentação sumiram.

A culpa foi toda embora, no momento que vi que tinha feito a escolha certa e entendi que cada criança é única e com suas particularidades.