Mais

Sabe-tudo

Seu filho de 7 ou 8 anos acha que é um especialista em tudo? É fase!

Redação Pais&Filhos

Redação Pais&Filhos

Por Rachel Aydt, da Parents

Talvez o refrão favorito do seu filho no parque seja: “Não é assim que você deve chutar a bola!” Ou talvez ele tenha entrado numa nova fase, em que gosta de contestar cada movimento que o seu irmão mais novo faz no Banco Imobiliário, ou de corrigir tudo o que os seus melhores amigos falam sobre futebol. Uma coisa é certa: para todos, a atitude sabe-tudo do pequeno está ficando cansativa. Por que é tão importante para ele estar certo o tempo todo?

"Crianças de 7 e 8 anos entendem muito mais as coisas acontecendo ao seu redor, e elas sentem orgulho de seus novos conhecimentos e habilidades", diz Lisa Spiegel, co-fundadora da Soho Parenting, em Nova York. "É natural eles quererem mostrar que sabem e gostarem de ver a reação dos outros.” No entanto, isso pode se tornar um problema se o seu jeito sabichão afetar como os outros o veem. Nossos especialistas podem ajudá-lo a entender por que seu filho está agindo dessa forma e como você pode ajudar.

Anúncio

FECHAR

Ele é focado em seus amigos
Crianças nessa idade estão sintonizadas com o ego. Elas acreditam que saber tudo vai torná-las mais legais para os amigos.

Como ajudar
Se você pegar seu filho agindo como um sabe-tudo, aproxime-se dele quando vocês dois estiveram sozinhos e fale sobre sua atitude, sem ser brusco, sugere Fran Walfish, autora do livro The Self-Aware Parent.  Diga algo como: "Ouvi você dizer a Sophie que ela estava errada no jogo, e ela pareceu ficar chateada". Então, pergunte como ele se sentiria se Sophie dissesse que ele está errado. Sugira formas mais amigáveis para apontar diferenças, dizendo algo como "eu não concordo". Claro, isso não vai fazê-lo mudar o comportamento na hora, mas vai plantar essa sementinha.

Ele é ansioso
Por volta dos 7 anos, o seu filho acumulou uma tonelada de informações. Seu professor pode dizer que ele sempre levanta a mão ou grita as respostas. Embora seja ótimo que ele esteja ansioso, não deve dominar a classe.

Como ajudar
Explique que ele precisa dar espaço para os outros. "Eu vi a sua aula de karatê em que você respondeu todas as perguntas do professor, mas um monte de crianças também levantaram as suas mãos. Os outros também devem ter oportunidade de dizer a resposta." Diga que se ele dá aos outros a chance de compartilhar, eles vão querer escutá-lo quando ele tiver algo a dizer.

Ele está acostumado a ser elogiado
Durante anos, você parabenizou o seu filho. Ele comeu espinafre! Pegou a sua primeira bola! Então, faz sentido que ele procure a sua aprovação. "Se você disser que tudo que ele faz é ótimo, ele vai buscar o retorno positivo sempre", diz Pete Stavinoha, diretor do Centro Infantil de Medicina de Dallas.

Como ajudar
Cumprimente-o, mas dê uma cortada. Por exemplo, em vez de elogiar a resposta correta no dever de casa, comente sobre o seu esforço no geral. Se você fizer isso com menos frequência, você vai ensiná-lo a ser feliz com o trabalho que fez, em vez de apenas com o elogio.

Ele quer compensar
"Crianças que se sentem inseguras em uma área podem exagerar em outra para compensar o que está faltando", diz a Dra. Spiegel.  

Como ajudar
Diga-lhe que não há problema em ter talentos diferentes, recomenda a Dra.Spiegel. "Seus amigos sempre serão melhores em algumas coisas do que ele, e vice-versa. Essas diferenças são realmente boas e algo a ser comemorado."

Pais&Filhos TV