Mais

Não me irrita

livro que não pode ser reaproveitado

Redação Pais&Filhos

Redação Pais&Filhos

Toda escola fala em sustentabilidade, mas tentar reaproveitar os livros didáticos de anos anteriores que é bom… Quem tem mais de um filho sabe como é difícil. Quando o mais novo chega à série do mais velho a edição do livro já mudou, a ortografia é outra, ou o livro já é inteiramente diferente (outro autor, outra editora, tudo outro). Mas o pior mesmo é quando o livro até é o mesmo, mas tem espaços preenchidos com respostas que inviabilizam que seja reaproveitado. E, quando pode, tem pai que tem dó do mais novo, que não vai poder usar um livro novinho em folha… Tenha dó. Por mais que o papel venha de áreas de reflorestamento, gastam-se muita água, energia, produtos químicos e o escambau pra fazer papel, imprimir etc… Temos de exigir livros não consumíveis de títulos, que possam ser lidos por mais tempo. Que eles sobrevivam ao menos alguns aninhos, pelo amor do planeta e do nosso pobre bolso.

Anúncio

FECHAR

Pais&Filhos TV