Família

Noruega é o melhor lugar para ser mãe

E Afeganistão é o pior, segundo ranking de ONG americana

Redação Pais&Filhos

Redação Pais&Filhos

ONG americana faz o ranking dos melhores países do mundo para a maternidade
 
por Nivia de Souza, filha de Tânia e Renato

A organização não-governamental americana Save The Children revelou quais são os melhores e os piores países do mundo para a maternidade. Foram analisados 164 países e o topo do ranking ficou com a Noruega. Já o último lugar é ocupado pelo Afeganistão.

Anúncio

FECHAR

Os países foram divididos em três grupos: os desenvolvidos, os em desenvolvimento e os menos desenvolvidos. As diferenças entre os países que encabeçam a lista e os que finalizam são nítidas.

A expectativa de vida das mulheres norueguesas é de 83 anos, já a das afegãs é de 45. Uma em cada cinco crianças do Afeganistão morre antes do quinto aniversário. Ou seja, toda mãe afegã está predisposta a perder um filho. Na Noruega, apenas uma entre 175 crianças morre antes dos cinco anos.

Outro dado relevante é em relação ao uso de métodos contraceptivos. Cerca de 82% das mulheres da Noruega usam algum deles e no Afeganistão somente 16%.

O Brasil entrou na lista dos países em desenvolvimento e ficou em 12º lugar – na lista encabeçada por Cuba -, atrás de outros países sulamericanos como Argentina (em quarto), Uruguai (em sétimo) e a Colômbia (11º).

Top 10
Noruega
Austrália
Islândia
Suécia
Dinamarca
Nova Zelândia
Finlândia
Bélgica
Holanda
França

Os piores índices
Afeganistão
Níger
Guiné-Bissau
Iêmen
Chade
República Democrática do Congo
Eritreia
Mali
Sudão
República da África Central

 

Pais&Filhos TV