Família

É pessoal?

Se seu filho briga com você, mas é um doce com os outros, relaxe: é fase

Redação Pais&Filhos

Redação Pais&Filhos

Você já deve ter visto esta cena na sua casa: seu filho faz birra para comer, tomar banho, guardar os brinquedos, mas, quando você não está presente, se comporta e faz todas as tarefas sem dor de cabeça para qualquer outra pessoa que cuide dele.

Sabemos que você ama seu filho e que tem prazer em cuidar dele, e também sabemos que, muitas vezes, é difícil entender por que isso ocorre, mas a explicação é muito simples: esta é uma fase típica das crianças entre 2 e 3 anos, principalmente com o membro da família com quem o pequeno passa mais tempo.

O primeiro cuidador da criança é, geralmente, a pessoa com quem ela se sente mais confortável para expressar seus sentimentos mais fortes. Então não pense que o pequeno não gosta de ficar com você, muito pelo contrário. Se ele age desta maneira na sua presença, é porque ele se sente confortável ao seu lado e sabe que é amado, independente de qualquer coisa.

Anúncio

FECHAR

Esta mudança de comportamento também se deve ao rápido desenvolvimento do cérebro, principalmente na área da memória. Além disso, os pequenos estão começando a aprender como se relacionar com outras pessoas e a testar seus limites. Então, se você passa mais tempo com o pequeno, é natural que ele realize estes “testes” com você.

Mantenha a autoridade sem lágrimas

Não é porque você sabe que esta é uma fase que você deve se deixar levar pelos pedidos e exigências da criança. Quando o pequeno insistir em algo ou questionar seus pedidos, estabeleça limites e reforce-os sempre que necessário.

Por exemplo: a hora de dormir está chegando e você terá que tirar o seu filho de perto dos blocos de brincar. Nesta situação, diga para o pequeno o que ele deverá fazer e descreva os próximos passos, como “você pode construir mais duas torres e depois vamos colocar o pijama”. Assim que a criança acabar de construir as estruturas, avise que a brincadeira acabou e leve-o para a cama, sem deixar que ele brinque “só mais um pouquinho”.

Outra maneira de fazer com que estes momentos sejam mais tranquilos é dar opções para a criança. Na hora de sair do parque, por exemplo, pergunte se ele quer vestir o casaco ou colocar os sapatos, guardar os brinquedos ou arrumar a mochila. Sempre dê duas opções para o pequeno, avise que a hora de ir embora está próxima e também se arrume.

Claro que terão momentos em que a criança não irá cooperar, e será você quem terá que manter a calma. Tente manter um tom de voz amigável e procure maneiras de explicar o seu pedido. Peça ajuda para o seu filho na hora de guardar os objetos e demonstre que você precisa dele também.

Naqueles dias que nada disso resolver, se dê um presente (pode ser um tempo de leitura ou assistir a um filme) para ficar tranquila. Você também pode pedir ajuda para o pai, mãe, avós e tios nestas horas.

Pais&Filhos TV