Família

Boa babá

Confira dicas para escolher a profissional ideal

Redação Pais&Filhos

Redação Pais&Filhos

Ela vai conviver com sua família e cuidar do seu bem mais precioso. Saiba como identificar uma boa profissional

Por Marianna Perri, filha de Rita e José

Anúncio

FECHAR

Procurar uma babá que não só cuide bem do seu filho, mas que também possa ser parte da sua família, não é tarefa fácil. Ainda mais quando é comum vermos nas manchetes de jornal que uma babá maltratou um bebê.

O último caso desses aconteceu nesta semana, quando uma mulher de 57 anos foi considerada suspeita de agredir um bebê de sete meses em Andradina, cidade do interior de São Paulo. A mulher foi flagrada enquanto dava tapas no rosto e batia na criança com um controle remoto. Ela foi flagrada pelas câmeras de segurança que os pais instalaram na casa.

Esta, aliás, é uma medida que as famílias devem tomar quando contratam uma babá pela primeira vez, segundo Fabiana Noronha, mãe de Guilherme e Isabella, dona da agência Prendadas.

Para ela, uma babá que agride crianças é imperdoável. “Esta é uma profissão muito importante, a profissional está lidando com uma vida, com a vida de uma criança”, comenta.

Fabiana, que criou uma agência de babás depois de não encontrar uma profissional qualificada, dá dicas para as mães escolherem a babá ideal:

•    Processo seletivo: Investigue o histórico da babá e descubra se ela está falando a verdade, principalmente sobre seu último empregador – visite a casa dele e descubra os reais motivos da demissão
•    Com o pequeno: leve seu filho para a entrevista com a futura babá e perceba o comportamento dela diante da criança
•    Com o pé atrás: siga seus instintos, mas não confie totalmente nas pessoas. Investigue, mesmo que a profissional aparente ser boa
•    Testes: aplique provas para a babá, como um teste escrito, e analise a fala da profissional. Agências especializadas também aplicam testes psicológicos
•    Indicação profissional: se você optar por contratar uma babá através de uma agência, procure referências do local no PROCON e Reclame Aqui, além de verificar o processo seletivo que as empresas fazem com a profissional

Se você desconfiar de qualquer comportamento da babá, a melhor saída é a demissão. As crianças são o melhor termômetro do que está acontecendo, segundo Fabiana. Repare se seu filho gosta da babá, coloque câmeras em casa e chegue de surpresa, em diferentes horários e dias.

A média de salário das babás em São Paulo é de R$ 1400, por uma profissional que durma no emprego de segunda a sexta-feira (com experiência). Desconfie se a babá pedir um valor muito abaixo da média.

Não se desespere para escolher uma babá em tempo recorde. Escolher uma profissional que combine experiência, empatia, que goste de seu filho e que se adapte a sua rotina não é fácil. Lembre-se que a profissional que gosta de ser babá adora crianças, finaliza Fabiana.

Agência Prendadas
Rua Joaquim Guarani 32 – Brooklin
Tel.: (11) 2691-4672 / 2691-4673 / 2691 4667
E-mail: prendadas@prendadas.com.br

Pais&Filhos TV