Família

Acreditar em Papai Noel pode ser bom para as crianças

Pais devem embarcar na fantasia e apresentar o Natal e seus símbolos aos pequeno

Redação Pais&Filhos

Redação Pais&Filhos

13/12/2012

Você já se perguntou se cultivar a crença do seu filho pelo Papai Noel poderia, de fato, ser uma atitude saudável para a criança? A dúvida é comum entre muitos pais – alguns mantêm a tradição natalina, outros negam. De acordo com a psicóloga Fernanda Nogueira de Farias, do CPPL (Clínica, Ensino e Consultoria em Gestão), trata-se de um tempo na infância no qual a criança pode se comunicar imaginariamente com alguém que lhe escuta e realiza seus desejos. “Papai Noel existe em um contexto muito interessante. De muita festa, comida, presentes, família reunida e férias. E ele ainda chega em um trenó vindo sabe-se lá de onde. Ou seja, um prato cheio para a imaginação”, ressalta.

Papai Noel também sofre

Anúncio

FECHAR

Para a psicóloga, é importante que os pais apresentem tanto o natal quanto o Papai Noel para os filhos. Os pais podem passear desde em shoppings para ver a chegada do símbolo do natal até uma conversa no quarto, usando a imaginação, além disso, livros e músicas podem ser usados para aumentar a imaginação da criação sobre a data.

Noel mal humorado é demitido

A psicóloga ainda afirma que a desmistificação sobre o Papai Noel vai de acordo com a idade da criança. “Cada um tem seu ritmo, mas com 7 ou 8 anos ela começa a duvidar, passa a ter uma visão mais abstrata e até conceitual da vida e os mitos, histórias e fantasias vão tomando outra dimensão, porém não significa que não continuará tendo muita importância, pois as convicções também são recheadas pelas fantasias que permitiram a concepção da realidade”, avalia.

Pais&Filhos TV