Colunistas

Na garupa da bicicleta

A bicicleta é um prato cheio. Todos têm histórias pra contar, mesmo que seja um tombo

 

Os primeiros passeios de bicicleta da Nina aconteceram ainda na barriga da mamãe.  Foi numa viagem à Paris. Pedalamos durante dez dias naquela linda cidade! A Luciana estava no sétimo mês de gestação e só ao contar aos amigos fomos questionados pelo perigo de uma possível queda ou acidente. O risco realmente existiu, mas estávamos tão felizes que isso nem passou pela nossa cabeça.

A única coisa que aconteceu foi que a Nina adorou conhecer Paris espiando pelo umbigo da mamãe. Imagino que seja uma visão como daquelas câmeras que os atletas fixam nas bicicletas.

Anúncio

FECHAR

Eu sempre fui louco por bicicletas.  Me lembro de todas que tive.  Quando criança fiz provas de bici-cross, mais tarde fui para o mountain bike que além do esporte, estamos diretamente em contato com a natureza e belas paisagens. Quando fiz vinte e poucos anos realizei um sonho. Depois de ter algumas motos menores, comprei a minha primeira Harley-Davidson. Percebi que chegava mais rápido nos lugares, e o melhor… sem me cansar.  É claro que esse conforto me custou uns quilinhos extras. 

Isso durou muitos anos, muitas viagens e momentos legais. Passei por três Harleys até me tornar pai. Quando a Nina nasceu fui firme: Não vou vender a moto.

Ninguém precisou me convencer.  Eu mesmo fui ficando com medo de perder os melhores momentos da vida ao lado da minha filha. Tomei a melhor decisão: Vendi a moto e voltei pra bicicleta.  Dessa vez coloquei uma cadeirinha na bike e agora é com ela que passeio narrando o cenário e muitas vezes cantamos juntos.

Estou produzindo fotos para a minha próxima exposição fotográfica “Músicos e suas bicicletas”. Costumo fotografar as paixões das pessoas.  A bicicleta é um prato cheio.  Todos têm histórias pra contar, mesmo que seja um tombo. Ela quase não cabe mais na cadeirinha e já tem a própria bicicleta, cor de rosa.

Acredito que o problema de obesidade infantil esteja diretamente ligado ao computador e games. Além de a bicicleta exercitar, é um dos melhores programas para se fazer em família. Se você tem uma bicicleta empoeirada, sugiro que você dê um banho nela, calibre os pneus e curta a sensação de liberdade.

Tem uma música do Toquinho que descreve muito bem o tema, dá até vontade de pedalar:

Tenham um ótimo final de semana!

Abração do Ike, pai da Nina.

Pais&Filhos TV