Colunistas

Como proteger as Crianças durante o divórcio

Bianca Arcangeli dá dicas para enfrentar a situação com mais leveza

materia_separação

(ShutterStock)

Quando um casal se separa, evidentemente existem muitas consequências para as crianças. Principalmente, na fase da separação. Onde brigas e alteração da rotina mexem com todos os envolvidos. Porém, acredito que quando a a vida está se tornando um “inferno” essa pode ser a melhor solução.

De qualquer forma, a maneira como os pais agem nessa fase pode fazer com que o processo seja mais fácil ou mais difícil para a criança. Um dos fatores principais que irão ditar como será a vida dos filhos após a separação é a comunicação entre os pais.

Por isso, atenção para não cometer erros. Aqui, algumas ideias:

Anúncio

FECHAR

Resolva as regras de convivência entre vocês

Os pais precisam chegar a um acordo pelo menos sobre as regras de convivência entre eles. A constância é muito importante. Os horários precisam ser mantidos, o tipo e alimentação, o banho da crianças e os combinados têm de ser cumpridos. Claro que a vida não para e imprevistos acontecem, mas cabe aos pais ser flexíveis e conseguir avisar um ao outro caso algo saia do script, com cordialidade e antecedência, para o bem da criança.

Não minta e não tente sacanear o outro

Parece surreal o que eu vou escrever agora, mas acontece e muito. O pai ou a mãe, para mostrar que o outro não consegue cuidar do filho, mente ou cria dificuldades para o outro. Cria problemas assim: entrega o filho fora do horário combinado quando o outro não está, deixa a criança tarde sem jantar, mente dizendo que deixa o filho viajar e tenta cancelar o passaporte e até mente para a o próprio filho. O que os pais precisam entender, é que o único realmente prejudicado nessas situações é a criança. Nunca faça isso! Nada do que está acontecendo é culpa dela e sim responsabilidade de vocês, que não estão conseguindo pensar nela em primeiro lugar. Caso só um dos lados faça isso, coragem para o lado correto. Mantenha sua paz de espírito. Saiba que você está fazendo o melhor para seu filho e tente driblar o outro o máximo que puder para proteger seu filho ao máximo.

Não discuta ou brigue na presença das crianças

Se vocês quiserem discutir, façam isso sozinhos. Na hora de entregar as crianças não é o momento para bater boca. Eu, como filha de pais separados, lembro bem do meu pânico quando meus pais se encontravam. Era briga na certa e eu tinha que ficar dando jeitos para eles não se verem. Não coloque essa responsabilidade nas costas do seu filho. Se o outro brigar ignore e vá embora, não responda. Quando um não quer, dois não brigam.

Seu filho não é seu espião

Se você separou, separou. Eu sei que existe mágoa, sei que existe raiva, e ainda mais quando há traição no meio. Mas não use seu filho para espionar a casa do seu ex. Esqueça! Pense na sua vida daqui para frente. Enquanto seu filho estiver bem, sendo bem cuidado e feliz, nada mais em relação a casa do ex deve lhe interessar. Foque em você, lute pela sua felicidade e a dos seus filhos. Apague o outro!

Drama na hora da entregar

Meu Deus, mamães! As crianças são as coisinhas mais delicadas do universo. Se você diz que vai ficar triste enquanto ela está na casa do pai, ou sugere que ela não quer ir, ela vai acabar acreditando nisso. Resultado: seu filho vai com o pai chorando e vai ser muito pior. Pode ser até que ele vá berrando, dizendo que não quer ir. Seu papel é dizer que vai ser legal, que você estará esperando por ele na volta e passar a impressão de que está feliz. Seu filho vai tranquilo e vai se divertir mais. Isso vale para ambos os lados. Pense na criança sempre!

Essas são algumas dicas do que não fazer durante a separação. Existem, muitas outras e vou postando aqui aos poucos. Tenho recebido muitos emails agradecendo o apoio que essa coluna tem dado nessa fase tão difícil. Entendam que tudo passa, o bom e o ruim… isso também vai passar. A sua única prioridade no momento, deve ser seus filhos e você. Seu tempo está passando… Então, não perca-o tentando “minar” o outro. Seja feliz você!
O mundo tem muitas possibilidades. Às vezes essa fase precisava acontecer na sua vida para transformá-la em uma pessoa melhor e prepará-la para ter alguém melhor que está por vir. Foi exatamente isso que aconteceu comigo. Saí de um relacionamento tóxico que me destruía um pouco todos os dias e entrei em um que me faz melhor, mais bonita, mais forte e incrivelmente feliz todos os dias. Portanto decida dizer adeus a tristeza e siga em frente.
Beijos e até a próxima – www.youtube.com/maeemdia

Pais&Filhos TV