Bebês

Bebês terão coleta de digitais das mãos pela primeira vez no país

Coleta de impressões dos pés de recém-nascidos não tem a mesma precisão

Redação Pais&Filhos

Redação Pais&Filhos

06/02/2013

Até o fim deste ano crianças recém-nascidas poderão ser identificadas pelas digitais das mãos. É que pesquisadores da Universidade Federal do Paraná (UFPR) estão desenvolvendo a tecnologia de um novo leitor biométrico com a capacidade de produzir imagens da superfície dos dedos de um bebê com resolução até cinco vezes maior a dos aparelhos atualmente utilizados. A tecnologia é pioneira, tem precisão de 99% e o objetivo de combater casos de troca, rapto e tráfico de crianças recém-nascidas.

Pernambuco será o primeiro Estado a ter essa tecnologia, cujo projeto-piloto foi lançado na manhã de ontem (05/02), na capital Recife. Os protótipos do dispositivo, com forma de cubo e 10 centímetros de comprimento, vão funcionar na maternidade do Hospital Barão de Lucena, e beneficiar cerca de 300 mães mensalmente.

Anúncio

FECHAR

A cada 3 milhões de nascimentos no Brasil, há permuta de bebê em 6.000 deles, de acordo com estatísticas do Ministério da Saúde. Hoje em dia os recém-nascidos são identificados pela coleta de impressões digitais dos pés, feita com tinta, o que não possui a mesma precisão em relação ao aparelho eletrônico, que vinha sendo desenvolvido há 10 anos.

De acordo com um dos pesquisadores da UFPR envolvidos com a criação da nova tecnologia, Luciano Silva, a alimentação e transmissão de dados do sensor é feita sem fio. Segundo ele, a equipe aguarda uma empresa que produza o sensor em larga escala, em tempo curto e com custo baixo, para que municípios pobres tenham a possibilidade de comprá-lo.

A primeira fase do projeto receberá um investimento de cerca de R$ 600 mil. Até 2014 outras nove maternidades pernambucanas deverão receber a tecnologia. São elas: IMIP, Agamenon Magalhães, Bandeira Filho, Arnaldo Marques, Barros Lima, Brites de Albuquerque, Abreu e Lima, IMIP Petrolina e Mãe Coruja, em Ouricuri, no Sertão.

Pais&Filhos TV