Pais

Sobre ser mãe de segunda viagem: sai pra lá, culpa!

Seus filhos são diferentes e é normal você ser uma mãe diferente para eles

selo_seminario_oficial
Redação Pais&Filhos

Redação Pais&Filhos

culpa-materna

(Foto: Shutterstock)

Finalmente, conseguimos ajustar nossa rotina em relação ao filho. De repente, vem o segundo. Aí vem aquele monte de pensamento na cabeça… Será que estou dando atenção suficiente para os dois? O mais velho está sentindo ciúme? Se eu voltar ao trabalho, os dois vão se dar bem sem mim?

A gente sabe que tudo isso passa mesmo pela cabeça, até a ingrata culpa… PARA TUDO! Não precisa se sentir culpada em ser uma mãe de segunda viagem. Existem vários jeitos de lidar com esse sentimento.

O mais importante, segundo o psicólogo Aurélio Melo, pai de Gabriel e Alexandre e professor da Universidade Presbiteriana Mackenzie, é não se comparar com outras mães. “Cada uma tem sua história, suas escolhas e renúncias. Não se sinta culpada por aquilo que te disseram que deveria sentir ou fazer”, orienta.

Anúncio

FECHAR

Outra coisa importante é sempre lembrar que seus filhos são diferentes, têm necessidades diferentes em determinados momentos da vida. Por isso, nada mais natural do que você não ter os mesmos comportamentos com todos.

Nossa colunista e embaixadora Ana Castelo Branco, mãe de Mateus e Helena e redatora publicitária, também já passei por esses questionamentos, mas já conseguiu alcançar o equilíbrio.

Helena é a filha mais nova, nasceu um ano e dois meses depois do Mateus. Além de mais velho, o menino tem síndrome de Down, o que fez Ana virar ativista da causa. É por isso, que ela conta que vez ou outra alguém pergunta: e a Helena? Ela escreveu sobre isso na coluna dela da Pais&Filhos de abril, que está nas bancas.

“Será que você não se dedica demais ao Mateus e acaba deixando ela em segundo plano? Eu mesma já me fiz essa pergunta e não precisei pensar muito para encontrar a resposta. Helena é uma menina impossível de se deixar em segundo plano. Ela é incrível, inteligente, engraçada, sedutora, decida. Não tenho dúvidas de que as bandeiras da Leleca ainda virão. E eu estarei ao lado da minha filha para defender com unhas e dentes todas elas.

Leia também:

Deixe de lado a culpa de ser uma mãe de segunda (ou terceira) viagem

Culpa não! Te mostramos como lidar com esse sentimento

Dúvidas e dilemas sobre trabalho e maternidade: Você também tem?

Pais&Filhos TV