Pais

Olha que lindo o que Caetano Veloso falou sobre o filho Tom

Quem não gosta de receber declarações no aniversário?

Redação Pais&Filhos

Redação Pais&Filhos

caetano

(Foto: Reprodução / Facebook)

Aniversários são as datas propícias para fazermos as melhores declarações às pessoas que gostamos. No caso da relação entre pais e filhos, é importante alertar que existe um alto risco deste carinho ser bem emocionante. Foi o que aconteceu entre Caetano Veloso e o filho caçula do músico, Tom Veloso. O garoto faz aniversário no dia 25 de janeiro e, na época da declaração, em 2015, entrava na maioridade. Hoje, Tom tem 20 anos.

Na declaração, Caetano não economiza nos elogios ao filho. Ele ainda revelou que o nome do filho é em homenagem ao músico Tom Jobim, já que os dois compartilham a mesma data de nascimento! E parece que o nome do menino fez efeito e atraiu vários dons artísticos. Além das semelhanças físicas com o Caetano da década de 1970, o garoto também herdou o dom para a música. Na banda Dônica, Tom é o responsável por soltar a voz e ainda tocar violão. O conjunto dele até se apresentou no último Rock in Rio, em 2016.

Leia a declaração abaixo:

Anúncio

FECHAR

“Meu caçula faz 18 anos. Tom ganhou esse nome porque nasceu no dia do aniversário de Jobim. E, dos meus três filhos, é o mais sintonizado com o que o Grande Maestro fez com a harmonia da canção brasileira. Também é o que ouve Debussy repetidamente. Sempre jogador, crítico e amante do futebol, Tom, em sua masculinidade lacônica, exibe sempre claridade de palavras, gestos e decisões. É o mais alto e mais forte dos meus três. À primeira vista, pode parecer que não deseja se comunicar: mantém, mais do que os outros, o ar arredio das crianças. Mas é doce como poucos homens podem ser. Como os outros dois, é inteligente, educado e sagaz. Eu poderia escrever muitas páginas sobre cada um dos meus filhos, mas o dia hoje é de Tom e é só da beleza, da luz, da musicalidade dele que quero falar. Quando pequeno, foi o único que não queria que eu cantasse para niná-lo. Depois, louco por futebol, não se interessava por música. Hoje é o melhor violonista dos todos, participa (sem participar das apresentações) da banda Dônica, que ele ajudou a fundar compondo canções com Zé Ibarra, um grupo de adolescentes virtuoses que estão impressionando quem toma conhecimento deles. Moreno me mostrou Buika, Zeca me mostra James Blake, Tom me faz reouvir os Mutantes da fase progressiva, o Yes, o Clube da Esquina e o Amoroso de João. O mundo só faz sentido para mim por causa dos meus filhos. Tom é a glória da vida. Percebo que ele tem a vocação da felicidade. Que o mundo permita que essa vocação se exerça em toda a plenitude a que tem direito.”

Leia também: 

Fernanda Gentil posta declaração emocionante para o afilhado

Menino faz declaração de amor para a mãe após cirurgia que mudou sua vida

Aulas de música na infância têm efeito duradouro para a mente