Gravidez

Seu guia de compras para o segundo trimestre da gestação

Hora de saber o sexo, pensar nos produtos de higiene e pesquisar a cadeirinha!

Redação Pais&Filhos

Redação Pais&Filhos

(Foto: Shutterstock)

(Foto: Shutterstock)

Agora que você já passou pelo primeiro trimestre e já garantiu cremes, óleos, algumas roupinhas que você amou e comprou na empolgação, é a hora de começar a pensar mais alto. No segundo trimestre os looks já podem ser oficialmente comprados, os produtos de higiene e também a cadeirinha, que é mega importante. Mas vamos falar de casa mês individualmente, para você fazer tudo com calma!

4º mês: hora de saber o sexo, se for seu desejo

Agora você já sabe quantos bebês virão e, se quiser, também o sexo. Concentre-se no quarto: berço, colchão, protetor de colchão e lençóis de baixo! O pediatra da maternidade Pro Matre Paulista, André Dutra, filho de Maria Lúcia e Francisco, adverte contra cobertas superiores e travesseiros: ambos devem ser evitados pelo risco de sufocamento, segundo ele. “Além disso, o travesseiro pode elevar demais a cabeça do bebê e dificultar sua respiração.” Ou seja, desapegue dos conjuntos de cama e foque num lindo móbile com música como arremate perfeito para a hora de dormir do seu filho. E, enfim, podem ser comprados os primeiros looks do bebê: bodies, calças culotes, camisetas, meias e casaquinhos. Para você também! Garanta que você tenha vestidos soltos, batas, leggings e jeans de grávida para os próximos meses.

Anúncio

FECHAR

5º mês: cheirinho de bebê

Que tal tirar parte deste mês para se dedicar à higiene do bebê? Comece pela banheira ou balde, conforme sua preferência. Inclua no cartão de crédito: cueiros, fraldas de pano, toalhas, kit higiene (potes de algodão, garrafa térmica, etc.), kit manicure (ou só uma tesourinha!) e um aspirador nasal. É nessa fase que o peso da barriga começa a fazer diferença. Com isso, você também vai notar o inchaço das pernas e pés, o que pode incomodar muito nas atividades do dia a dia. Para ajudar a resolver o problema, cremes e meias elásticas podem ser seus melhores amigos, inclusive se você quiser continuar borboleteando pelas lojas para escolher cada detalhe dos novos produtos. Esse também é o momento de começar a adotar as calcinhas mais confortáveis – mês que vem, a barriga vai dar um salto no tamanho, então é bom estar preparada!

6º mês: mobilidade é o assunto da vez

Hora de planejar os passeios. Com muita calma, escolha o carrinho que vai levar seu filho por aí. Ele deve ser fácil de montar e desmontar – imagine-se sozinha colocando-o no porta-malas! Outra dica preciosa: modelos com rodas grandes são mais resistentes a pavimentos irregulares. Do mesmo departamento, vem a cadeirinha do carro. Como seu filho vai usá-la até por volta dos 7 anos, aposte naquelas que se adaptam às várias fases do crescimento. Para encerrar o ciclo das compras de passeio, não se esqueça do canguru ou do sling para andar com o bebê bem grudado em você. Os acessórios do carrinho (colchão, lençóis, brinquedos) e um tapa-sol de carro podem também ser adquiridos nesta fase. E, claro, aquela bolsa que servirá para carregar todos os itens do bebê no primeiro ano que tenha a sua cara, afinal é você quem vai usar.

Leia também:

Saiba o que fazer quando for viajar durante a gestação

Vamos às compras? A gente mostra o passo a passo do primeiro trimestre da gestação

Como se exercitar em todas as fases da gravidez