Bebês

Crianças de até 1 ano devem dormir no quarto dos pais, diz estudo

Medida serve para prevenir Síndrome de Morte Súbita Infantil

Redação Pais&Filhos

Redação Pais&Filhos

(Foto: Shutterstock)

(Foto: Shutterstock)

Um novo estudo divulgado pela Academia Americana de Pediatria mostra evidências de que quando bebês dormem no quarto dos pais até um ano de idade o risco de Síndrome de Morte Súbita Infantil (Sids) é reduzido em até 50%.

A recomendação da Academia é de que o quarto seja dividido por pelo menos 6 meses e até o primeiro ano de vida da criança. O bebê, no entanto, deve ter seu próprio berço e não deve dormir na cama dos pais, algo que pode ser perigoso. Depois desse período, as crianças devem ter seu próprio quarto.

A Síndrome de Morte Súbita Infantil acontece quando o bebê está dormindo e pouco ainda se sabe sobre a causa exata, mas há indícios de que é desencadeada por maiores tendências de engasgo, devido a características genéticas e físicas da criança. Entretanto, especialistas afirmam que é mais fácil monitorar o bebê quando ele está por perto.

Anúncio

FECHAR

De acordo com o Centro de Controle de Doenças e Prevenção dos EUA, o número estimado de casos de Sids é de 3.500 no país, sendo que 90% dos casos ocorrem nos primeiros seis meses. A amamentação também reduz em até 70% o risco de Síndrome de Morte Súbita Infantil.

Você também pode proteger o bebê de Sids com as seguintes medidas:

– Colocar o bebê para dormir deitado de costas;

– Fazer com que ele durma apenas em superfícies firmes;

– Usar um lençol que seja muito bem justo ao colchão;

– Evitar acessórios macios dentro do berço;

– Nunca deixá-lo dormir no sofá ou poltrona.

Leia também:

3 dicas para colocar o bebê para dormir da forma certa no berço

5 preocupações comuns na gravidez – e o que você precisa saber sobre elas

Mãe, posso dormir na sua cama?