Bebês

Banho bom!

Se você tem medo da hora do banho do bebê, veja como tornar isso mais tranquilo e fácil para pais e filhos

Redação Pais&Filhos

Redação Pais&Filhos

Cuidar de um bebê que se mexe incontrolavelmente o tempo todo pode ser ainda mais difícil quando você adiciona água. Mas depois de alguns banhos, você pega a manha e a tarefa se torna menos estressante. Deixar o bebê sempre cheirosinho e limpinho é uma delícia, mas também se num daqueles dias de frio intenso você optar por não dar banho na criança, tudo bem, apenas se lembre de limpar a criança com uma fralda de pano umedecida. Você também pode banhar mais a criança quando ela começar a engatinhar, ou quando o dia estiver realmente muito quente. O recém-nascido fica mais calmo e relaxado com o banho.

A pediatra neonatologista do Hospital Samaritano, Teresa Uras Belém, mãe de André, explica que pais que ainda não têm filhos podem fazer um curso de orientação à gestante que irá mostrar as técnicas de banho em recém-nascidos. E quem não tiver oportunidade de fazer um curso deve acompanhar o banho do bebê ainda na maternidade. “É importante que a mãe acompanhe seu bebê no chamado alojamento conjunto, em que, ainda na maternidade, aprende os primeiros cuidados como banho, limpeza do umbigo, aleitamento. Isso é um direito da mãe”, diz.

Anúncio

FECHAR

 

Faça tudo com calma

Seu bebê é tão pequeno e frágil que você mal consegue imaginar como conseguirá dar banho nele. Esse medo é bem normal, mas não fique ansioso, nem transforme esse momento em algo estressante. Separe tudo o que você vai precisar, como roupinhas, fralda, toalha e itens de higiene. Durante o banho, o ideal é deixar o corpo do bebê imerso na água, só com cabeça e pescoço para fora, assim ela manterá mais facilmente sua temperatura – a água deve estar a 37 °C. Os pais devem segurar o bebê o tempo todo que ele estiver na banheira, sempre passando tranquilidade. Para o banho, só água e sabonete neutro, a pediatra ressalta não é preciso usar nada além disso, já que qualquer coisa com cheiro pode despertar uma crise alérgica no bebê.

Peça ajuda

O banho pode ser bem mais fácil se você tiver alguém por perto, principalmente nos primeiros dias, quando você não tem tanta prática. Você vai se sentir mais segura se souber que tem alguém ali para te passar o sabonete quando for hora de usá-lo ou para deixar a toalha a postos quando o banho acabar.

Faça bagunça!

Assim que seu bebê conseguir se sentar sozinho (isso geralmente acontece entre os 7 e 9 meses), o banho será ainda mais fácil para você e prazeroso para ele. Você pode deixar alguns brinquedinhos perto da banheira para que ele se divirta enquanto você o lava. Algumas crianças não gostam da sensação de ter o cabelo lavado, neste caso pegue um punhado de água com a mão em formato de concha e jogue levemente na cabeça do bebê, deixe a outra mão protegendo os olhos da criança.

O banho pode ser feito no chuveiro a partir do primeiro ano da criança ou quando ela ficar em pé sozinha, mas sempre respeitando seus limites ou medos, já que algumas crianças se assustam com o chuveiro. Mesmo assim, fique sempre por perto para que não haja nenhum acidente.

Não entre em pânico se ele fizer xixi ou cocô no meio do banho. Apenas tire a água e limpe os resíduos da pele do bebê. E fique tranquilo, em nenhuma das situações seu bebê ficará doente ou terá algum problema por conta disso. Pronto, com essas dicas e alguma prática, você encontrará seu próprio jeito de fazer as coisas.

Veja também passo a passo do primeiro banho do bebê

Consultoria: Teresa Uras Belém, mãe de André, pediatra e neonatologista do Hospital Samaritano.