Bebês

20 coisas para NÃO dizer a uma mãe sobre amamentação

Mãe-blogueira lembra quais são os comentários mais irritantes que chateiam as mulheres na hora de amamentar

Redação Pais&Filhos

Redação Pais&Filhos

Amamentar é uma das “tarefas” mais importantes e gratificantes quando a gente se torna mãe. Muita gente acha que no momento em que o bebê nasce ele vai direto para o seio da mãe e sai mamando, como acontece nos filmes e nas novelas (risos), mas a verdade é que nem sempre é assim.

Antes de ser mãe conheci vários casos de mulheres que tiveram dificuldade para amamentar. Os problemas mais comuns são seios empedrados (o termo correto é ingurgitados), pouco leite, fissuras que fazem os mamilos sangrar, “pega” errada, além de muuuuita dor nos primeiros dias da amamentação.

Anúncio

FECHAR

De tanto ouvir falar sobre o assunto imaginei que quando chegasse a hora de amamentar o Serginho não teria problemas, afinal eu já sabia que o mais importante era ensinar o bebê a fazer a pega correta e que tudo daria certo (ele iria sugar e fazer o leite descer). Só que não foi desse jeito que aconteceu…

Mas logo nos dias seguintes após o nascimento do Serginho, ainda na maternidade, percebi que amamentar não seria nada fácil. O pequeno não conseguia pegar o peito e o leite (ainda colostro) começou a empedrar. Os seios ficaram muito cheios, duros e quentes, só que o leite não saía.

Para complicar, a orientação da maternidade foi muito ruim e confusa, o que mais me atrapalhou do que ajudou. Percebi que poucas pessoas estão preparadas para ajudar as mães nessa hora, sejam obstetras, pediatras ou enfermeiros. Simplesmente, a amamentação é algo que eles não dão atenção e não sabem como orientar!

Felizmente, eu já tinha ouvido falar do trabalho de alguns grupos de apoio e aconselhamento que ajudam as mulheres com dificuldade de amamentar. Então chamei uma especialista da Matrice que foi um anjo que passou na minha vida. Graças a ela, eu e Serginho aprendemos o que era preciso para ele conseguir mamar.

Durante todo esse tempo de aprendizagem sobre a amamentação (que ainda continua!) ouvi muitos comentários que me deixaram triste e angustiada, coisas que podem parecer bobas, mas para uma mãe de primeira viagem significam muita coisa. Então resolvi escrever sobre o que NÃO dizer a uma mãe sobre amamentação. 

20 coisas para NÃO dizer (ou perguntar) a uma mãe sobre amamentação:  

  1. Você tem leite?
  2. Xiiii, você não vai conseguir amamentar porque não tem bico
  3. Melhor dar complemento porque ele não vai mamar
  4. Nossa, seu leite não desceu ainda?
  5. Acho que o seu bebê está passando fome
  6. É melhor você dar mamadeira (OU ENTÃO: Nossa, por que você já deu mamadeira?)
  7. Coloca bico de silicone ou concha (ou qualquer outro “apetrecho”) para o leite sair porque você não vai conseguir de outro jeito
  8. Essa criança está chorando muito, deve ser por que seu leite é fraco
  9. Será que o bebê mamou o suficiente?
  10. Você parece ter pouco leite
  11. Humm, seu bebê está chorando porque tem fome
  12. Essa criança mama demais (OU ENTÃO: Essa criança mama pouco)
  13. Você não vai acordar o bebê para ele mamar?
  14. Cuidado para o leite não secar!
  15. Olha o tamanho dessa criança, ainda está mamando?
  16. Quando você vai parar de amamentar?
  17. Nossa, mas essa criança vai mamar até quando tiver dentes?
  18. Cuidado, quem amamenta por muito tempo fica com o seio caído
  19. Pra que ainda amamentar? Depois dos seis meses não tem necessidade
  20. Ai, que pena, você não conseguiu amamentar seu filho?

Queridas leitoras, essa é a minha lista. Que outras frases você incluiria?

Fabiana Fontainha é mãe do Serginho, jornalista e editora do blog Mamãe Prática (www.mamaepratica.com.br) que aborda temas ligados à gestação, maternidade e filhos.