Engravidar

O que toda mulher devia saber sobre infertilidade

Saiba o que acontece durante o tratamento de fertilidade

Redação Pais&Filhos

Redação Pais&Filhos

infertilidade

Assim que o casal decide pela gravidez começa uma saga em busca dos mínimos detalhes. Os primeiros passos não são tão simples quanto parecem. Há várias questões que devem ser levadas em conta, como a saúde da mulher, a condição financeira do casal ou até mesmo quais são as reais condições de uma gravidez natural. Segundo a OMS (Organização Mundial da Saúde), a infertilidade é um problema vivido por 8% a 15% dos casais. No Brasil, estima-se que mais de 278 mil casais tenham dificuldade para gerar um filho em algum momento de sua idade fértil.

A blogueira do site americano Babble, Devan McGuinness, conta sobre sua tentativa de engravidar, mostrando os pontos pouco discutidos sobre a infertilidade e seu tratamento. Conheça as 12 coisas que toda mulher deveria saber sobre infertilidade:

Anúncio

FECHAR

1. Não há uma solução única

O que funciona com uma mulher, pode não funcionar para você e pode demorar meses até que descubra qual o melhor tratamento para seu corpo. Além disso, o que funcionou para você da última vez, pode não funcionar em uma próxima vez.

2. O jogo da culpa

Pode ser fácil sair jogando a culpa pelo seu problema em outras pessoas. A culpa dos homens, a culpa das mulheres e até mesmo a culpa que você coloca em si, pode ser algo bastante pesado.

3. Seu médico é importante

Encontrar um médico que te ouça e trabalhe contigo é algo importante. Você pode passar um bom tempo com um médico errado e estender ainda mais esse processo.

4. Anúncios de gravidez irão te ferir

É um sentimento estranho – você está feliz por eles, mas ao mesmo tempo machuca quando você ouve. Afinal, você mal pode esperar para fazer esse tipo de anúncio.

5. Decisões podem ser difíceis

Você pode pensar que será fácil, mas decidir o curso que tudo isso vai tomar pode não ser tão simples. Você pode se sentir diferente do seu parceiro ou ficar insegura sobre seus planos.

6. Preocupações são constantes

É difícil não se preocupar mesmo quando você diz a si mesma isso. Preocupações sobre os sintomas, custos, se irá dar certo – tudo isso pode ser estressante.

7. Pode ser caro

Testes e drogas de fertilidade não costumam ser cobertos pelo plano de saúde e seus custos são realmente altos.

8. Você irá se preocupar com o tamanho da sua família

Você terá de se preocupar com o número de crianças que você quer e com a possibilidade de ter gêmeos ou múltiplos, dependendo do tratamento escolhido.

9. Reações adversas não são engraçadas

As reações adversas do tratamento de fertilidade não são a melhor parte e, na verdade, podem te deixar absolutamente terríveis.

10. O sexo pode ser complicado

Perde-se todo o apetite sexual quando você está em tratamento e tem de planejar seus momentos íntimos. É muita pressão.

11. Você receberá conselhos de todos os lados

As pessoas virão de todos os lados para te dizer o que você deve e o que não deve fazer. Ou o que funcionou com seus amigos, primos, sobrinhos…

12. Você precisa deixar as coisas saírem do seu controle

Você tem de encarar que às vezes, não importa o quanto você esteja planejando ou na expectativa, as coisas podem não funcionar conforme você esperava.