Pais

Sem cigarro

Saiba mais sobre o dia que une o mundo na luta conta o fumo

Redação Pais&Filhos

Redação Pais&Filhos

Por Marianna Perri, filha de Rita e José

Neste dia 31 de maio, todo o mundo comemora o Dia Mundial Sem Tabaco, uma luta contra o uso do cigarro por homens e mulheres.

Anúncio

FECHAR

A data foi criada pela Organização Mundial de Saúde e pretende integrar todos os países em uma convenção pelo controle do tabaco. Este projeto da organização obriga os países participantes a:

•    Proteger a população a exposição à fumaça de cigarro
•    Banir propagandas de cigarro e vendas a menores
•    Colocar mensagens de advertências nas embalagens de cigarro
•    Banir ou limitar aditivos em cigarros (como sabores)
•    Aumentar as taxas sobre o produto
•    Criar uma coordenação nacional pelo controle do tabaco

Segundo dados da OMS, o cigarro é considerado uma epidemia mundial, que mata cerca de 6 milhões de usuários, além dos quase 600 mil fumantes passivos que acabam morrendo por exposição à fumaça.

Fumar faz mal: saiba o que fazer para não criar um futuro fumante

As principais causas de morte entre os fumantes são os ataques de coração, câncer e enfisema – que correspondem a 63% de mortes nos países subdesenvolvidos. A metade dos fumantes do mundo morrerá de uma doença relacionada ao fumo.

Não é só cigarro

Em São Paulo, os usuários de tabaco não fumam apenas cigarro. A Secretaria da Saúde do Estado aponta que 61% dos fumantes já utilizaram produtos derivados do tabaco, como cigarrilhas, narguilés, cigarros com sabor, cachimbos, entre outros.

O narguilé foi o mais utilizado nos últimos 12 meses pelos fumantes e pode ser mais prejudicial do que o cigarro convencional. Os derivados do tabaco podem ter maior teor de nicotina, alcatrão e monóxido de carbono.

Entre elas

As mulheres estão morrendo mais pelo uso do tabaco. O número de óbitos entre elas quase quadruplicou nos últimos 50 anos e uso o tabaco aumenta continuamente entre as mulheres desde os anos 1960.

O câncer de pulmão entre as mulheres mata mais do que o câncer de mama e aparece entre as principais consequências do cigarro entre elas, ao lado do câncer de cabeça e pescoço.

Alguns estudos confirmam que elas sofrem mais com as substâncias nocivas do tabaco. A OMS confirma que, entre os mais novos, as meninas fumam tanto ou mais do que os meninos.

Várias cidades do Brasil realizam ações neste dia. Em São Paulo, médicos varreram as calçadas da Avenida Paulista, Salvador terá testes de capacidade respiratória de graça e o Rio de Janeiro mobilizou agentes para alertas a população sobre os riscos do fumo, segundo informações do G1.

Pais&Filhos TV