Pais

Histórias por trás do Dia das Mães

Antes de a data ser como a gente conhece hoje, muita coisa aconteceu. Mergulhe no tempo com a gente!

Redação Pais&Filhos

Redação Pais&Filhos

Domingo de Dia das Mães é uma data em que a gente reúne a família, faz um almoço gostoso ou sai pra um programa bacana em homenagem à mãe, à maternidade… É hora de presente, de homenagem dos filhos, de agradecimentos. Mas da onde surgiu esta comemoração? É o que a Pais&Filhos foi pesquisar.

Onde tudo começou
No final do século XIX, a americana Ann Maria Reeves Jarvis era considerada uma ativista da maternidade. Vivia envolvida em ações para melhorar as condições sanitárias da época e diminuir a mortalidade infantil, e, para isso, organizava pequenos eventos para mulheres. Eram festas, reuniões ou piqueniques – todos já chamados de Dia das Mães -, em que participavam mulheres de vários lugares diferentes e que, aos poucos, foram conquistando cidades e estados.
Dois anos depois que Ann morreu, em 12 de maio de 1907, sua filha, Anna Jarvis, se mobilizou para criar um memorial à mãe e começou uma campanha para que um Dia das Mães fosse oficializado. Já entendeu?
Em 1914, o Congresso dos Estados Unidos aprovou uma resolução segundo a qual todo segundo domingo de maio seria feriado de Dia das Mães, exatamente como no Brasil. O então presidente do país, Thomas Woodraw Wilson, proclamou que nestes dias todos os edifícios públicos fossem decorados com bandeiras. O primeiro Dia das Mães por lá foi celebrado em 9 de maio de 1914.
Só depois disso é que o Dia das Mães passou a ser associado ao comércio, principalmente de flores, embora a intenção de Ann não fosse o lucro. Hoje a data é, disparado, uma das mais lucrativas do ano todo. 

No Brasil
Inspirada em toda essa história de luta pela oficialização do Dia das Mães nos Estados Unidos, foi a Associação Cristã de Moços (ACM) quem promoveu o primeiro feriado no Brasil. Ao que tudo indica, Frank Log, executivo fraternal americano da ACM de Porto Alegre (RS), tomou a iniciativa no dia 12 de maio de 1918, e em 1932 o então presidente brasileiro Getúlio Vargas oficializou a data.
Hoje, o segundo domingo de maio é Dia das Mães nos Estados Unidos, no Japão, na Turquia e na Itália.

Anúncio

FECHAR

Outras tradições 
Lá na Ingraterra, há outra história interessante, que faz o Dia das Mães ter uma origem ainda mais antiga, já no início do século XVII. Naquela época, todo quarto domingo da Quaresma passou a ser um feriado em que os operários ingleses que moravam longe de suas famílias podiam ir visitar as suas mães. A folga se institucionalizou e era chamada de “Mothering Day”. Atualmente é conhecido como “Mothering Sunday”, e continua acontecendo no quarto domingo do mês da Quaresma.
Na Grécia Antiga, também havia um homenagem importante à maternidade, comemorada por meio de oferendas a mãe dos deuses, Rhea.

 

Calendário Internacional do Dia das Mães

Veja quando estas homenagens ocorrem em outro países. De fevereiro a agosto, tem festa acontecendo: 

– Noruega: 2º domingo de fevereiro
– África do Sul e Portugal: 1º domingo de maio
– Suécia: 4º domingo de maio
– México: 10 de maio (dia fixo)
– Tailândia: 12 de agosto (dia fixo)

 

VEJA TAMBÉM
As ações especiais da Pais&Filhos neste Dia das Mães:
Fotos lindas que mostram que filhos são, sim, nosso maior tesouro 
Coisas fofas que as crianças já fizeram pelas suas mães no Dia delas

Matérias especiais:
Mãe, Não é tudo igual: mulheres diferentes entre si, criam seus filhos do seu modo

Direitos das mães: umas coisas que ainda podem melhorar na vida da mulher que vira mãe