Pais

Passe mais tempo só com você! Se colocar em primeiro lugar não é egoísmo

Cuidar de nós mesmas não é um luxo, é parte essencial de ser uma boa mãe

Logo-Parents (1)
Redação Pais&Filhos

Redação Pais&Filhos

sem-culpa

A qualidade do nosso relacionamento com o filho não está diretamente relacionada com o tempo que você gasta com eles. Uma vez que você aceita isso, é mais fácil descobrir o que você realmente precisa para ser a melhor mãe que você pode ser. E cuidar de si mesma nos fazem mulheres mais felizes e, consequentemente, mães melhores. Veja as dicas da nossa parceira revista norte-americana Parents para ficar mais feliz.

Faça o que você ama
Não há uma definição do que faz todas as mulheres felizes, mas a sugestão é encontrar algo que faça você se sentir em equilíbrio. E não se esqueça de sua vida social – que também conta como autocuidado. Toda mãe precisa de uma noite por semana “de adulto”, para sair com os amigos e relaxar.

Anúncio

FECHAR

Programe-se 
Para transformar uma atividade ocasional em um hábito, você precisará fazê-la com freqüência e de forma consistente. Na verdade, fazer planos com outras pessoas –  amigos, um personal trainer ou seu parceiro – pode ajudar a garantir que você não vai desistir.  Veja o que gosta de fazer e marque na agenda dias para isso. Assim, não há como furar.

Tenha uma rede de apoio
Para ajudar a garantir que seu autocuidado não se perca no caminho corrido da rotina, convoque seu parceiro ou babá para assumir quando você não está. E não se desculpe por ter se tornado uma prioridade. Em vez de dizer aos seus filhos: “sinto muito por precisar sair”, diga: adivinhe o que a mamãe está fazendo hoje à noite. “Vou sair com os amigos e vai ser tão divertido!”

Da mesma forma, não se sinta culpada por pedir a seu parceiro para intervir. Pai não deve ser visto como babá. Isso é paternidade! Quanto mais oportunidades você dá ao seu parceiro para ficar sozinho com as crianças, melhor relacionamento.

Comece aos poucos
Fato: Mesmo as mães mais ocupadas podem arranjar algum tempo para auto-atendimento. Encontre cinco minuto e comece lá. Isso é tudo o que você tem que fazer. Sente-se e olhe pela janela, deite-se no chão e estenda os braços para os lados, deixando seu coração se abrir e se expandir, medite, respire fundo, essas são apenas algumas ideias. Comece! Nem que seja com cinco minutos.

Leia também:

“Não sinta culpa”, Paola Carosella faz texto incrível sobre maternidade

Xô, culpa! 11 coisas que as grávidas devem parar de se sentir culpadas

Por que as mães costumam sentir tanta culpa?

Pais&Filhos TV