Pais

Mãe é aquela que existe!

Toda semana você ouve nossos podcasts. No de hoje, falamos da emoção de ser a mãe que você pode ser

Redação Pais&Filhos

Redação Pais&Filhos

Ouça nosso Podcast aqui.

A gente sabe que a vida muda radicalmente depois que a gente tem filho. Estou falando da rotina, claro, das prioridades, claro, mas principalmente dos sentimentos, das emoções. Às vezes, no meio desse exercício de tentar conciliar, sem conseguir, filho, vida profissional, casa, a gente não consegue mesmo reparar nas coisas pequenas e valiosas que acontecem conosco depois que a gente vira mãe. Abrimos espaço para essa percepção e, de repente, ouvindo outras mães, todo mundo vai se perguntar, e descobrir, o que aprendeu depois de se tornar mãe.

Não existe mãe adotiva

Anúncio

FECHAR

 “Eu chegar de casa exausta depois de um dia de trabalho e ouvir ele dizer ‘mamãe’ é uma alegria para mim. Educar um filho não é só trazer ao mundo, é passar seus valores, fazer com que seja uma boa pessoa para ele, para os outros e para o mundo. Não existe mãe adotiva, só existe mãe”, diz a jornalista Cristina Zahar Eggers, mãe de Andre.

Aprendi o que é o amor de mãe. Você aprende a se doar mais. Sou muito regrada, quando o colocava para dormir e ele não estava com sono, lutava e brigava com ele e depois ficava culpada. É o ritmo dele, eu tenho de respeitar isso. Ele é ele, né?, conta a professora Miriam de Almeida.

Feliz dia das mães pra todo mundo! Enche a tua mãe de beijo. E ouça nosso Podcast aqui.