Pais

Falta de estudo dos pais afeta em mortalidade infantil

Pesquisa aponta que para cada ponto retirado da taxa de analfabetismo, a taxa de mortalidade de crianças cai 4,7 pontos

Redação Pais&Filhos

Redação Pais&Filhos

Baixo nível de escolaridade dos adultos mata mais crianças no Brasil do que falta de dinheiro, água ou esgoto, isso foi o que apontou a pesquisa do Estadão Dados que contou com mais de 232 variáveis e determinou que falta de estudos dos pais têm o maior impacto na mortalidade infantil.

Os números foram coletados durante o Censo 2010 e referem-se aos 5.565 municípios brasileiros. Os dados avaliam os indicadores que poderiam causar a mortalidade de crianças de até 5 anos. Por meio da coleta foi possível identificas que a maior causa do tipo de morte está relacionada à taxa de alfabetização da população com mais de 18 anos. Para cada ponto porcentual retirado da taxa de analfabetismo da população de 18 anos ou mais, a taxa de mortalidade de crianças até cinco anos cai 4,7 pontos.

Anúncio

FECHAR

O impacto da alfabetização é duas vezes maior que da pobreza. O terceiro fatos que diminui a mortalidade é o acesso à água e saneamento básico.