Pais

Eu quero mais é beijar na boca!

Mães e pais também têm direito à uma vida amorosa

Redação Pais&Filhos

Redação Pais&Filhos

Quase apanhamos ao publicar uma reportagem com um guia de namoro para mães solteiras e, na mesma edição, uma chamada sobre falta de tempo para ficar com o filho. “Coooomo não tem tempo para ficar com o filho, mas tem tempo para namorar?” Pois é. Precisa ter os dois, sim. Tempo para o filho e tempo para namorar. E se o tempo de namorar tirar um pouco do tempo que você tem com o filho, paciência.

Vez ou outra vai tirar mesmo. E tudo bem. Isso vale pra mãe solteira, que tem direito de retomar a vida amorosa, mas também pra mãe casada. Uma das mães que convidamos para o brunch do Culpa, Não!, que acontece todos os meses aqui na redação, nos contou que sua prioridade total são os filhos e ela nunca deixou de ficar um só minuto com eles. Quando a gente perguntou que horas ela namorava o marido, começou a chorar. Se você precisa de um ombro amigo pra lidar com a culpa, aqui está o nosso. Mas, depois, a gente te ajuda a enxugar as lágrimas, se arrumar, pegar o namorado pelo braço e ir dar uma volta. Deixa as crianças com a avó, a babá, uma amiga de confiança. E vai beijar muito na boca e ser feliz.

Anúncio

FECHAR