Pais

Entre a música e a família: Chico Salem equilibra a vida em um retiro

Toda a família do músico mora em um local isolado bem interessante

Carolina Piscina

Carolina Piscina ,filha de Ana Maria e Osvaldo

(Foto: Arquivo pessoal)

(Foto: Arquivo pessoal)

Francisco Sanchez Salem, ou só Chico Salem, 38 anos, é pai de Luisa, 9 anos. Ele é músico, cantor, compositor e um pai muito diferente. Não só por conta da carreira – além de artista solo, Chico também é guitarrista da banda do Arnaldo Antunes desde os anos 90 -, mas principalmente pelo estilo de vida: a família dele mora num retiro chamado Ponto de Luz, na cidade Joanópolis, no interior paulista.

Pais&Filhos: Como você decidiu morar no retiro?

Chico Salem: Cansado da loucura de São Paulo, querendo viver uma experiência diferente, com um maior contato com a Natureza, eu resolvi morar no Ponto de Luz que é um local lindo, super preservado, com altas cachoeiras e montanhas, mas com uma estrutura mínima (como luz, internet etc…) para continuar realizando projetos paralelos.

Anúncio

FECHAR

P&F: Sua filha gosta de morar no Ponto de Luz?

Chico: Ela gosta muito. É uma experiência muito rica para ela. Ela tem um quintal de 5 alqueires. A experiência também tem limitações, é claro, mas a gente vem tentando supri-las oferecendo coisas legais tanto nos arredores como em São Paulo.

P&F: Como é o dia a dia de vocês?

Chico: Um dia a dia normal. O Ponto de luz também demanda um certo trabalho na sua administração. Então acordamos cedo, trabalhamos. Divido meu tempo entre resolver as demandas da minha carreira musical e como empresário.

P&F: Como você concilia a agenda atribulada com os momentos em família?

Chico: Eu procuro voltar pra casa sempre o mais rápido possível quando dá. Além disso também tento inserir minha família em alguns compromissos profissionais, em algumas viagens. E tento cavar algumas brechas para estar com elas no dia a dia mesmo. O que é o mais difícil. Pois com a internet, toda hora é hora de trabalho. Assim, o maior desafio e desconectar tudo e estar presente 100% para alguns momentos familiares. Essa é uma das minhas buscas nesse momento da vida. Achar e honrar alguns momentos sagrados para estar presente com as meninas.

P&F: Qual o maior legado que você pode deixar à sua filha?

Chico: Acho que erros e acertos são inerentes a condição de pai. No entanto eu sinto que independentemente das escolhas que eu faça, o principal ponto que vai dando o norte na forma de se posicionar é sempre o amor. O maior legado que eu posso deixar para minha filha é uma referência indubitável de amor, de que ela é amada incondicionalmente. Acho que grande parte dos nossos pequenos desvios emocionais e psicológicos começam em algum momento das nossas vidas em que esse amor dos nossos pais possa ter sido questionado por nós mesmos.

P&F: Para a gente, família é tudo. E para você?

Chico: Família pra mim é uma parte. Tem um pedaço da nossa experiência na vida que é individual e outro que é coletivo. Família pra mim é o grande vestibular desse pedaço coletivo, onde o nosso individual pode ser muito bem treinado. A família é muito importante, e uma oportunidade de se conectar com muito amor e incondicionalidade. Um grande desafio é expandir esses dois conceitos pra vida fora da família, assim como expandir a família para espectros mais abrangentes. Amigos, colegas, enfim… toda a humanidade.