Pais

Eles não aguentam

Um texto bem humorado sobre o que os homens não aguentam na gravidez

Redação Pais&Filhos

Redação Pais&Filhos

Tem homem que sente a gravidez na própria pele. De verdade. Ele começa a passar pelos mesmos sintomas: engorda, enjoa, tem desejos, crises de choro… Dois grávidos juntos, imagine o caos! Quando não é o caso, haja calma, paciência e amor pra aguentar as mudanças loucas desses 9 meses. Conheça as 10 coisas que eles têm que aguentar na gravidez. E, se você é homem, prepare-se para o que vem por aí! Pode ser que pegue…


1 – Curto-circuito nasal
A gravidez por si só é um milagre da química. As alterações incluem um curto-circuito no sistema que conhecemos como nariz. A grávida de um colega surtou com o cheiro da madeira da cama, dizia que era insuportável. Até hoje, não sei o que ele fez, se trocou a cama ou se trancou a grávida no armário.  Tem casos piores, em que ela passa a reclamar do seu perfume. E foi ela que deu! Minto. Grave mesmo é quando ela não suporta mais o seu perfume de jeito nenhum, e você nem usa nada. Se o seu cheiro natural é o causador, você só tem duas saídas. A inovadora, viver em uma bolha, e a clássica, trancar a grávida no armário.

2 – O poder corrompe
A gravidez é uma coisa mágica. Assim, não demora muito para a grávida entender o quanto o seu estado é especial e começar a achar que tem um rei na barriga. A grávida adquire uma certa arrogância, um ar de enviada dos céus com uma missão, e acha que pode tudo, inclusive chamar a atenção das pessoas na rua: “atravessa na faixa, seu maldito” e “o senhor é cego e não viu que esse banco é preferencial?”

Anúncio

FECHAR

3 – Modo camaleão: ativar!
Seria menos difícil se você conhecesse os botõezinhos da grávida. Digo, os botões que ativam a torrente de fúria, a cascata de lágrimas e outras maravilhas da natureza selvagem. É sempre uma surpresa como ela vai reagir, de modo que, quando você conta uma piada e já pega a tampa do lixo para usar como um escudo de Capitão América, em vez de arremessar coisas em você, ela chora.  E quando você conta uma notícia triste e já traz, por precaução, um lencinho, ela te enforca com ele. O homem só sabe que vai sobrar é pra ele. E até isso é imprevisível, quando você acha que, finalmente, ela vai colocar você na rua, você ganha um abraço apertado. Os chineses inventaram a tortura chinesa como uma forma de relaxamento para maridos.

4 – A insônia
As grávidas não conseguem dormir por uma série de razões. Pode ser por alterações hormonais, por olhar você e subitamente se preocupar com o futuro do planeta ou mesmo porque é difícil dormir com um barrigão. Em qualquer caso, é importante notar que a grávida é um ser solidário, então, se ela não consegue dormir, você não pode dormir também. A grávida que porventura dorme, ronca, mas nunca diga isso pra ela. No máximo, “querida, você ronrona como um gatinho, sabia?”

5 – Ela engravidou de dinamite
Uma das coisas mais irritantes nas grávidas é sua capacidade de se irritarem, e em padrões impossíveis de abstrair, entender ou prever. A mulher tem dias em que nada pode atingi-la, e outros em que fica irritada com qualquer coisa, e você nunca sabe qual é qual. Tem horas em que até um bom dia meio torto já faz ela sair espumando, e você, pobre, vai dormir na banheira.

6 – A divisão social do é tudo você…
A grávida carrega o bebê por nove meses. Para ela, é lógico que, na divisão de tarefas, você faça todo o resto. Aí o futuro pai alterna momentos de invisibilidade e irrelevância, com importantes funções, como motorista, suporte técnico, preenchedor de formulário, porta-voz, faz-tudo, pau-para-toda-obra, desgraçado, sai daqui, buááááá… Er, amor, você está bravo comigo? Vem cá…

7- Alimentação solidária
O médico prescreve uma série de alterações na rotina da grávida, que vão de melhorar a alimentação a beber menos. Não apenas só tem couve de bruxelas à mesa, como se você comer um cheeseburguer escondido ela vai farejar isso em você. Como companheiro, você vai parar de beber junto com ela. Isso até o dia que ela descobrir que o maridão estava tomando vinho escondido na caneca de café…

8 – Quer transar muito ou não quer transar nunca, ou tem alguém aqui
Tem grávida que, para o desespero do marido, não quer mais transar. Em muitos casos, nem sequer oferece um alívio alternativo às, digamos, pressões da natureza. E não é fácil, porque, para surpresa de muitos, temos uma grande atração por grávidas. Aí, tem o outro lado da moeda, a grávida fica louca de desejo e você fica assim “não sei se consigo com alguém olhando” e a grávida grita “não tem ninguém olhando, vai logo ou eu te mato!” O bebê está protegidinho lá, pode transar sem medo, desde que o médico libere. Ou, o que é ainda mais divertido, contra as ordens do médico.

9 – “Você tem três desejos”
Desconfio que as grávidas estejam enganando a gente nessa. Não é que ela tenha desejo de coisas impossíveis, como sorvete de jiló. A grávida tem desejo (elas não confessam, o terrível é que não confessam) de fazer você ralar de madrugada para a sua diversão e entretenimento. Dito e feito, você chega com um bauru acompanhado de fritas e pastel de feira e a grávida perdeu a fome.

10 – “Ó mar salgado, quanto de teu sal…”
Céus, como choram as grávidas. Choram no final da novela, no intervalo da novela, na propaganda de margarina. Acho até que um dia a vi escondendo uma lágrima em uma propaganda de carro. A tal grávida do colega, me disse ele, chorava literalmente a cada pum. O que, aliás, pertence a uma classe de choro muito mais perniciosa que o choro por comercial de TV, ou por cachorro vira-lata: o choro por culpa sua. Aqui, sob risco de processo, vou revelar o segredo: chore junto. Não precisa ser sincero, mas, pelo amor de deus, não pareça irônico, senão, banheira pra você.

A explicação para todas essas dores de cabeça…

Por que as grávidas enjoam dos cheiros?
Isso acontece porque elas ficam mais sensíveis ao meio ambiente. Funciona também como defesa para evitar a ingestão de comidas desconhecidos ou com cheiro forte.

Por que elas se sentem “poderosas”?
Os culpados são os hormônios. Além de melhorar a pele e os cabelos, eles proporcionam – para a maioria das mulheres – a sensação de bem-estar.

Por que elas sofrem de alterações de humor, choram e se irritam mais?
Como elas ficam mais sensíveis a tudo, isto pode levá-las a se defenderem de todo e qualquer estímulo, variando assim o humor. É como se a natureza quisesse preservá-las.

Por que o desejo sexual ou aumenta ou diminui nessa fase?
Os hormônios podem ajudar nas relações, pois aumentam a lubrificação. Já os temores e os aspectos psicológicos podem atrapalhar.

Por que elas ficam mais dependentes dos outros?
As grávidas precisam de apoio, num momento em que tudo muda. A busca por parceria em casa é o melhor caminho.

Por que elas sentem os famosos “desejos” e por que a alimentação passa a ser restrita?
O corpo todo da mulher grávida sofre mudanças e com a alimentação não seria diferente. A gravidez é um período em que o organismo tem suas necessidades de energia e nutrientes aumentadas. A gestante fica mais vulnerável do ponto de vista nutricional. As variações de apetite, junto com a necessidade de nutrientes, estimulam a procura por produtos que podem ser novos para a rotina da gestante.

Por que elas sofrem de insônia?
A maioria delas tem dificuldade de dormir pela posição, dores lombares e a necessidade de levantar para urinar à noite.

Para saber mais


Como nascem os pais, de Renato Kaufmann
Livro de crônicas de um pai engraçado e despreparado – será lançado este mês.
Mescla EDitorial (www.gruposummus.com.br), R$43,90


Diário de um grávido, de Renato Kaufmann
Conta como é a gravidez do ponto de vista masculino.
mescla editorial, R$39,90

Consultoria: Eduardo Zlotnik, pai de Mira, Marcelo e Marcos, é ginecologista e obstetra do Hospital Israelita Albert Einstein.