Pais

Elas superaram! Veja 11 celebridades que tiveram depressão pós-parto

Conheça histórias encorajadoras de celebridades que expuseram o problema

Logo-Parents (1)
Redação Pais&Filhos

Redação Pais&Filhos

As atrizes Courtney Cox e Gwyneth Paltrow conseguiram superar a depressão pós - parto (Foto: Shutterstock)

As atrizes Courtney Cox e Gwyneth Paltrow conseguiram superar a depressão pós – parto (Foto: Shutterstock)

Repita conosco: se você está lutando contra a depressão pós-parto, tenha certeza que você não está sozinha. Enquanto muitas mulheres tem alguma tristeza depois do parto, é estimado que mais de 25% vão ter alguma forma mais séria de depressão, de acordo com o Conselho Americano de Obstetras e Ginecologistas.

É um período assustador para muitas mães e com as celebridades não é diferente. De atrizes a cantoras e apresentadoras, conheça histórias encorajadoras daquelas celebridades que enfrentaram a depressão pós-parto.

Leia mais:

Anúncio

FECHAR

Depressão pós-parto: entenda por que a culpa não é sua

8 coisas que ninguém te contou sobre depressão pós-parto

Conheça 12 celebridades inspiradoras que são mães solteiras

1 – Bryce Dallas Howard

A atriz tem falado muito sobre a luta contra a depressão pós-parto depois do nascimento do seu filho Theodore, em 2007. “A depressão pós-parto é extremamente difícil de ser descrita – o modo como o corpo e a mente e o espírito são fraturados e desmoronam quando o que mais acreditamos é que se trata de um tempo de celebração,” ela escreveu em um texto no groop.com.

Howard disse que apesar de ter dado ao filho o nome Theo, ela queria chamá-lo de ‘coisa’ e, geralmente, sentia desgosto ao vê-lo. “É muito estranho lembrar como eu era naquela época. Eu parecia estar sofrendo de amnésia.

Eu não podia, genuinamente, chorar, ou rir, ou sentir qualquer coisa. Para o bem daqueles que estavam ao meu redor, incluindo o meu filho, eu fingia, mas quando eu comecei a tomar banho de novo a partir da segunda semana, eu me soltava naquela privacidade do banheiro, com a água caindo sobre mim, enquanto soluçava descontroladamente. Howard venceu esse tempo sombrio, depois de 18 meses, com a ajuda de uma psicóloga e de uma terapeuta. Em 2012, ela teve outra filha, chamada Beatriz

2 – Courtney Cox

 Courtney Cox, de "Friends", começou a ter depressão quando sua filha completou seis meses (Foto: Shutterstock)

Courtney Cox, de “Friends”, começou a ter depressão quando sua filha completou seis meses (Foto: Shutterstock)

Para a atriz Courtney Cox, a depressão pós-parto não tinha se instaurado até que a filha Coco completasse seis meses de idade. Ela contou ao USA Today que ela não conseguia dormir, que o coração dela disparava e que ela se tornou muito depressiva.

Quando Cox foi ao médico, ela descobriu que seus “hormônios estavam atacando”, e tomou progesterona para se livrar da doença. A atriz disse ainda que se apoiou em amigas, como Brooke Shields (que também sofreu da doença) e Jennifer Aniston, que assim como Cox, atuava na série Friends.

3 – Gwyneth Paltrow

 Atriz do filme "O amor é cego" teve depressão por dois anos após o nascimento do filho (Foto: Shutterstock)

Atriz do filme “O amor é cego” teve depressão por dois anos após o nascimento do filho (Foto: Shutterstock)

Para descrever a depressão pós-parto, a atriz Gwyneth Paltrow se autodenominou como “zumbi” que não tinha coração. Com o nascimento de seu filho Moses, em 2006, ela contou à revista “Good Housekeeping” que não conseguia se relacionar com ele.

“Era horrível. Era o oposto do que tinha acontecido quando Apple nasceu. Com ela, eu estava nas nuvens. Eu não conseguia acreditar que não estava sendo a mesma coisa (depois que Moses nasceu). Eu só conseguia pensar que eu era uma mãe terrível, além de uma pessoa terrível.” Paltrow não revelou como ela superou a doença, mas afirma que teve duração de dois anos após o nascimento do filho.

4 – Brooke Shields

Famosa pelo filme "A lagoa azul", Brooke Shields escreveu até um livro sobre depressão (Foto: Shutterstock)

Famosa pelo filme “A lagoa azul”, Brooke Shields escreveu até um livro sobre depressão (Foto: Shutterstock)

Sempre apontada como porta-voz da depressão pós-parto, a atriz e modelo Brooke Shields escreveu sua experiência em um livro chamado “Down Came the Rain: My Journey With Postpartum Depression”. Quando ela começou a sentir os sintomas, com o nascimento da filha Rowan, Shields, inicialmente, pensou que era uma mãe de primeira viagem exausta. Mas comecei a perceber que havia algo a mais. “Rowan continuava a chorar, e eu comecei a sonhar com o momento em que Chris a traria de volta para mim.

Eu comecei a experimentar uma sensação ruim no estômago; era como se algo apertasse o meu peito. Ao invés da sensação nervosa de ansiedade que acompanha o pânico, um sentimento de devastação caiu sobre mim.” Ela ainda conta que não tinha vontade de pegar Rowan quando a menina chorava, e não queria chegar perto dela.

Para conseguir a ajuda de que precisou, Shields tomou remédio, procurou terapia, e apoiou-se em amigos e na família. Ela disse ao WebMD, “Eu atribuo grande parte à amamentação porque, para mim, o contato físico era o que eu, realmente, precisava, eu gostando ou não. Era incontestável que, de alguma forma, ela ainda fosse presa a mim. Eu imagino que foi importante para a minha recuperação.

5 – Vanessa Lachey

Apresentadora de uma TV americana, Vanessa Lachey fez um blog para contar a experiência (Foto: Shutterstock)

Apresentadora de uma TV americana, Vanessa Lachey fez um blog para contar a experiência (Foto: Shutterstock)

Quando a modelo e personalidade da TV americana teve seu primeiro bebê, Camden, ela escreveu em seu blog um pouco sobre a luta da depressão pós-parto. “Eu comecei a chorar. Estava amamentando Camden e chorando desesperadamente. Eu me senti como se estivesse me desfazendo,” ela afirmou. “Eu imaginei dias felizes, noites de cansaço, mas muitos momentos amorosos”. Apesar de não ter revelado como superou a depressão pós-parto, Lachey disse que o que ajudou muito no momento foi se permitir ser imperfeita e admitir que precisava de um tempo ao tomar banho, saindo para passear e pensar.

6 – Amanda Peet

Estrela do filme "De repente é amor", Amanda Peet também sofreu depressão pós - parto (Foto Shutterstock)

Estrela do filme “De repente é amor”, Amanda Peet também sofreu depressão pós – parto (Foto Shutterstock)

Dando seguimento ao que a atriz, Amanda Peet, descreveu como uma “gravidez eufórica,” ela sofreu de depressão pós-parto depois de dar à luz a sua filha Frankie. “Quero ser honesta sobre isso porque acredito que ainda exista muita vergonha quando você vivencia sentimentos contraditórios ao ser mãe, ao invés de só experimentar a felicidade do momento,” contou Peet à revista Gotham. “Acredito que muitas pessoas ainda lutam contra isso, mas é difícil encontrar outra pessoa que queria conversar sobre isso.” Para lidar com a doença, Peet optou pelos remédios antidepressivos.

7 – Hayden Panettiere

Hayden Panettiere, da série "Heroes", se sentiu poderosa após ter superado a doença (Foto: Shutterstock)

Hayden Panettiere, da série “Heroes”, se sentiu poderosa após ter superado a doença (Foto: Shutterstock)

Depois de revelar que sofria com a depressão pós-parto no programa Live With Kelly and Michael, Panettiere, voluntariamente, procurou ajuda profissional e se inscreveu para um centro de tratamento em busca da superação da tristeza que sentia. “É algo que muitas mulheres experimentam,” ela disse no programa. “Quando você é diagnosticada com depressão pós-parto, você imagina que seja ‘sentir algo negativo pelo seu filho, querer machucar o seu filho’ – e eu nunca tive isso. Algumas mulheres sentem. Mas você não imagina a dimensão do que pode passar na depressão pós-parto. É algo que deve ser conversado. Mulheres precisam saber que você não está sozinha e que existe cura.”

Alguns meses depois, Panettiere estava bem melhor. No tapete vermelho do Critics’ Choice Awards, ela disse que se viu com poder para voltar à rotina com sua filha Kaya após o tratamento. “Sinto-me uma pessoa diferente caminhando sobre esse tapete vermelho. Sempre me achei um pouco estranha socialmente – quero dizer, ainda sou estranha socialmente, mas não vejo mais necessidade de me esconder como antes,” ela contou ao Access Hollywood. “E eu posso ser verdadeira, e as pessoas vão aceitar suas cicatrizes, choques e feridas. Eu não sabia disso até tudo acontecer no ano passado.

8 – Carnie Wilson

Após dar à luz a sua filha, Lola Sofia Bonfiglio, Carnie Wilson disse a People que sentia uma tristeza e chorava com frequência. “É algo físico. Não sei como descrever. Você é abordada pelo amor e pela alegria, depois pela tristeza e pelo medo. Você teme falhar com o seu bebê. O que acontece se eu derrubá-lo ou machucá-lo? Ela depende totalmente de você e isso é assustador,” contou. Enquanto ainda não se medicava, Wilson afirmou que exercícios ajudaram de alguma forma com o que ela estava passando, mas a real cura se deu com o tempo, junto à amamentação e à hipnose com seu terapeuta. “Ele me levava a um estado de hipnose e repetia palavras de encorajamento, fazendo com que eu confiasse que tudo ficaria bem com a minha filha,” ela comentou.

Exame detecta risco de depressão pós-parto

Antidepressivos na gravidez

9 – Lisa Rinna          

Provavelmente um dos casos mais severos de depressão pós-parto de celebridades foi revelado pela apresentadora Lisa Rinna, que escreveu o livro Rinnavation: Getting Your Best Life Ever depois de duas depressões pós-parto após duas gestações. Ela escreveu: “Eu me propus a escrever um livro sobre dieta e exercícios físicos e foi sobre isso. Mas isso não representa o que eu sou, sou muito mais. Comecei a me abrir justamente por causa da doença. As pessoas não falam sobre isso. É muito, muito assustador e vulnerável. Eu tinha visões de facas e armas. Fiz Harry esconder todas as facas afiadas e armas que tínhamos em casa por causa das visões em que eu matava todo mundo. Agora, o quão horrível é isso? Eu quis compartilhar porque penso que as mulheres são muito envergonhadas por isso e sentem-se muito mal… Eu encontrei ajuda e superei.”

10 – Kendra Wilkinson

A modelo Kendra Wilkinson teve depressão após dar à luz aos dois filhos (Foto: Shutterstock)

A modelo Kendra Wilkinson teve depressão após dar à luz aos dois filhos (Foto: Shutterstock)

Com o nascimento dos dois filhos, Hank IV e Alijah, a estrela de reality show Kendra Wilkinson contou sua luta contra a depressão pós-parto, “Eu estava muito mal. Cheguei até a questionar a minha vida,” disse no seu programa Kendra. “Se não fosse por Alijah, o vínculo que estabeleci com ela, provavelmente eu teria perdido a minha vida. Eu sentia como se não devesse estar aqui.

11 – Emily Maynard Johnson  

A estrela de reality show se abriu sobre a batalha contra a depressão pós-parto, que teve aos 19 anos, após do nascimento da filha Ricki, seguido pela morte de seu marido Ricky Hendrick. “Os primeiros anos foram difíceis,” Maynard Johnson contou a People. “Eu não sabia se eu estava indo ou vindo. Na época, eu não conhecia a depressão pós-parto. Eu nunca tinha ouvido falar sobre isso.”

A designer de joias disse que sentiu uma “raiva intensa e muita tristeza” durante o processo de luta, enquanto tentava cuidar do recém-nascido. “Eu definitivamente passei pela depressão, quando eu simplesmente não queria sair da cama,” comentou. “Eu sempre brinquei que eu vi vários terapeutas em Charlotte. Mas nada do que eles pudessem falar, ajudaria a fazer eu me sentir melhor.” Maynard Johnson conseguiu passar pelo período sombrio e se apaixonou novamente pelo consultor Tyler Johnson. O casal teve o filho Jennings Tyler em 2015.

Depressão deve ser avaliada antes e depois do parto, dizem especialistas

Você sabia que homens também podem ter depressão pós-parto?

*Traduzido da revista norte – americana “Parents”