Pais

E se mães ganhassem salário?

Se as tarefas domésticas rendessem, elas receberiam quase R$ 51 mil por ano

Redação Pais&Filhos

Redação Pais&Filhos

O cargo de mãe exige muita dedicação e, se fosse uma profissão, se desdobraria em várias funções, como coordenadora de eventos, pedagoga, recreadora, cozinheira, motorista… Só para citar alguns. Essas funções fazem parte do nosso cotidiano e a gente nem percebe. Ver os filhos crescendo é o maior benefício que a gente pode receber, é ou não é?

Segundo cálculo elaborado pela Catho, empresa de recrutamento de vagas on-line, descobrimos a média salarial de nove profissões que a mãe exerceria e quanto rende cada uma, com uma carga horária de 8h por dia.

Anúncio

FECHAR

 

A partir daí, fizemos um cálculo hipotético de quanto uma mãe deveria receber mensalmente e anualmente, se a maternidade fosse uma profissão. Calculamos 1h20 por dia com cada função – totalizando 12 horas no dia.

O resultado seria de quase R$ 4 mil por mês, já que a mãe vive fazendo hora extra. Isso sem contar que a gente “trabalha” todos os dias, sem folgas aos sábados, domingos e feriados. Anualmente, a renda seria quase de R$ 51 mil por ano.

Segundo o site norte-americano Salary.com, esse salário seria bem maior. A análise foi feita com base de quanto uma mãe deveria ganhar por cuidar da casa e dos filhos, contando as profissões de CEO, operadora de máquina de lavar, psicóloga, zeladora, motorista de van, operadora de computador, gerente de instalações, professora de creche, cozinheira e governanta. O resultado? US$ 113.586 (um pouco mais de R$ 240 mil) por ano e cerca de R$ 20 mil por mês.

Consultoria:

Catho