Pais

Culpa não: 3 motivos para você marcar uma viagem sem os filhos

Invista no seu relacionamento

Jéssica Anjos

Jéssica Anjos ,filha de Adriana e Marcelo

untitled-design-18

(Foto: Shutterstock)

O casal vem antes do filho. Isso é uma verdade que precisa ser reforçada. Segundo Renata Bento, psicóloga e psicanalista, membro da Sociedade Brasileira de Psicanálise do Rio de Janeiro, mãe de João Pedro e Eduardo Luiz, viajar sem os filhos é uma oportunidade de rever os laços do relacionamento. Os pais, principalmente a mãe, precisam se livrar da culpa de deixar os filhos para uma viagem juntos e investir mais no tempo a dois.

É claro que cada idade da criança demanda um tipo de preocupação. “Um bebê muito pequeno não pode ficar longe da mãe. O ideal é que o casal comece a viajar sozinho quando o filho completar seis meses, com viagens curtas. A partir dos dois anos a viagem já pode se estender um pouco mais e assim progressivamente”, aconselha a psicóloga. Opte por deixar o filho com alguém de confiança, como os avós se for possível, isso é inclusive saudável para o crescimento e amadurecimento da criança. Veja 3 motivos para você marcar uma viagem com o marido agora.

1. Manter a chama acesa

Anúncio

FECHAR

Casamento precisa de cuidado diário e quando os filhos chegam é complicado se adaptar a nova rotina e ainda cuidar do relacionamento. “O filho inaugura a família, antes eram só marido e mulher, agora são pai e mãe. O casal deve ter maturidade suficiente para entender o papel de cada um”, explica Renata. E principalmente não abandonar os antigos papéis, não é porque se tornaram pais que deixaram de ser marido e mulher.

2. Importante para o desenvolvimento emocional da criança

Saber que os pais cuidam do relacionamento e se dão bem (sim, viagens a dois melhoram a relação) será exemplo para as crianças no futuro.

3. Ajuda as crianças no relacionamento com outras pessoas 

Esse estímulo para estreitar o relacionamento com familiares e amigos quando os pais estão fora é importante para o seu filho desenvolver autonomia, relacionamento interpessoal e aceitação de que a mãe não está presente o tempo todo.

A gente sabe que é difícil viajar sem o filho. “A criança muito pequena enxerga através dos olhos da mãe, se ela se sente insegura em deixar o filho, ele vai chorar”, comenta a especialista. Você precisa passar segurança para a criança, assim ela saberá que pode ficar tranquila esperando seu retorno.

Leia também:

3 motivos para não sentir culpa na hora de deixar as crianças com os avós

Confirmadas as gravações do próximo filme da saga ‘As Crônicas de Nárnia’

Saiba o que fazer quando for viajar durante a gestação

Pais&Filhos TV