Pais

Casais fazem menos sexo por conta da tecnologia

Não basta colocar as crianças para dormir mais cedo - você precisa mesmo é sair do Netflix

Carolina Porne

Carolina Porne ,Filha de Sandra e Rubens

(Foto: Shutterstock)

(Foto: Shutterstock)

Quando alguém pergunta o que você vai fazer à noite, a expressão “relaxar vendo Netflix” virou sinônimo de sexo nos Estados Unidos – só que as pessoas tem levado isso mais a sério. De acordo com a revista Parents, um novo estudo revelou que os casais tem feito menos sexo e a culpa é justamente da tecnologia.

Os pesquisadores descobriram que, na década de 1990, um americano transava, em média, de 60 a 65 vezes por ano. Casais casados tinham uma média de 73 vezes por ano. Agora, esse número caiu para 53 – aproximadamente uma vez por semana.

E por que isso acontece? De acordo com a pesquisa, como as pessoas estão demorando mais para ter filhos, o fato de ter crianças em casa quando se é mais velho reduz a frequência sexual. No entanto, eles também pontuam que o aumento do consumo de conteúdo online – tanto ficar na Internet e checar as redes sociais quanto se dedicar a serviços de streaming, como o Netflix – também tem uma boa parcela de culpa nessa conta negativa. Afinal, porque transar se você pode “stalkear” os amigos da época do colégio no Facebook ou ver a nova temporada da sua série favorita?

Anúncio

FECHAR

Nada disso! O tempo que o casal passa junto é fundamental para que o relacionamento continue forte, e ainda reforça os laços familiares. Como diz o tema do nosso Seminário, “só cria filho feliz uma mãe feliz”. Então nada de deixar suas vontades passarem despercebidas – namorar faz bem!

 

Leia também:

5 maneiras de redescobrir suas paixões

“Zero! Não trabalhamos com essa palavra”, Giovana Antonelli comenta sobre culpa

Mãe também é gente: Brasileiras cuidam da aparência só 15 dias por ano

Pais&Filhos TV