Notícias

Trabalhar ou ficar em casa?

Erika Lima colocou seu filho na escolinha para voltar a trabalhar, foi demitida e agora não sabe o que fazer.

Redação Pais&Filhos

Redação Pais&Filhos

Erika Lima mãe de Gabriel participa da campanha Culpa,Não! O tema do mês de Maio é  “Culpa por deixar a criança na creche”  se você também quiser participar siga a nossa página no Facebook e mande um depoimento sobre o tema do mês para giovanna@revistapaisefilhos.com.br .  

Sou a Erika, tenho 33 anos e meu filho, Gabriel, tem 8 meses. Eu não tive muita escolha para decidir se meu filho ia ficar em creche ou não.Nossos parentes moram longe e arrumar uma baba de confiança sem indicação é complicado.

Na época eu estava de licença maternidade e meu filho estava com 5 meses quando finalmente achei o lugar perfeito, perto de casa e do meu trabalho. Fizemos o período de adaptação ate que eu retornasse ao trabalho depois de 6 meses. Para ele foi super tranquilo, para mim foi mais difícil. Tivemos que introduzir papinha com 5 meses por conta da creche. Me planejei com roupinhas, enxoval completo. 

Anúncio

FECHAR

Quando finalmente retornei ao trabalho, o primeiro dia foi terrível. Fiquei preocupada, pensativa, culpada. Depois de 3 dias de trabalho, fui demitida. Isso mesmo 3 dias depois.

Conversei com meu esposo e decidimos deixá-lo meio período na escola para segurarmos a vaga até eu encontrar um novo emprego.

Hoje aos 8 meses meu filho se desenvolve muito bem na creche, porém sempre volta e meia esta resfriado. O pediatra gostaria que ele ficasse em casa já que pelo período de inverno de SP as crianças costumam apresentar doenças respiratórias. Não estou totalmente certa se vou deixá-lo na escola em busca de emprego ou tiro e espero mais um pouco para voltar a trabalhar.