Notícias

Tirando o seio

Mai Gomes, mãe de Fábio, queria amamentar até seu filho completar 2 anos, mas após um ano de peito ela decidiu mudar e partir para a fórmula

Redação Pais&Filhos

Redação Pais&Filhos

Mai Gomes mãe de Fábio  participa da campanha Culpa,Não! O tema do mês de Junho é  “Não dou leite comum, dou fórmula”  se você também quiser participar siga a nossa página no Facebook e mande um depoimento sobre o tema do mês para giovanna@revistapaisefilhos.com.br .  

Antes mesmo do Fábio nascer eu já tinha minhas decisões, teria ele de parto normal e amamentaria até os dois anos. Tive ele por parto normal, mas nos dois primeiros dias no hospital ele não conseguiu mamar.

As enfermeiras tentavam me ensinar, e eu tentava praticar mas ao invés de mamar ele apenas “chupava a língua”. Cada vez que ele chorava, eu tentava colocar ele no seio, ele não conseguia, e aí meu desespero aumentava.

Anúncio

FECHAR

Tive que doar leite enquanto estava internado pois meus seios estavam extremamente doloridos (mal conseguia deixar os braços abaixados de tanta dor que sentia). Após sairmos do hospital ele começou a sugar o leite mas mesmo assim na sua primeira semana de vida eu fui obrigada a continuar a doar o leite.

Passou-se um ano, ele pesava 9,500g e eu o achava magro mas mesmo assim ele estava dentro do normal. Houve um mês que ele não engordou nada, pelo contrário emagreceu 50g e a médica suspeitou de anemia, não era anemia, era o meu leite.

Na hora do almoço ele chorava, esperneava porque queria mamar ao invés de almoçar. A pediatra me recomendou a continuar amamentando, porém minha ginecologista me recomendou a retirá-lo do seio, pois meu anticoncepcional não me fazia efeito nenhum, podendo gerar outra gravidez a qualquer momento.

Tive que tirá-lo do peito e foi MUITO difícil vê-lo pedir pelo “tetê”. Por dois dias passei por uma dor de cabeça danada, já que planejei amamentá-lo até os dois anos.

Hoje meu pequeno tem um ano e quatro meses, e eu vejo a diferença que a fórmula fez nele, ele é muito mais ativo e não é um “viciado” em seio.