Notícias

Só para meninas e só para meninos… Não mais!

Rede de lojas cria catálogo sem determinar gêneros para os brinquedos

Redação Pais&Filhos

Redação Pais&Filhos

Ao contrário do que a gente está acostumado a ver por aí, o catálogo da rede de lojas de brinquedo europeia Top-Toy não mostra meninas brincando só de boneca e meninos só de carrinho. Ambos brincam de tudo, e juntos.

Os brinquedos são os mesmos de sempre: mini-cozinhas, carrinhos, tábuas de passar, salão de beleza, ferramentas de conserto etc. A diferença é que, sem determinar o gênero do brinquedo por meio das fotos, as crianças podem brincar do que sentem vontade.

Anúncio

FECHAR

“As crianças não nascem codificadas para associar azul para meninos e rosa para as meninas – elas devem ser livres para escolher o que querem para brincar”, afirma o diretor de vendas da Top-Toy na Suécia Jan Nyberg, em entrevista ao jornal The Guardian.

A gente apoia a ideia! Fica a dica para as fabricantes brasileiras.

Veja mais:

No 3° episódio da série “Blá, blá, blá”, o tema em questão é: bebê menino pode usar rosa? Confira o resultado da nossa discussão na Pais & Filhos TV.